Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

A MORTE DO PRÍNCIPE no Teatro da Trindade

image008.jpg

 Sala Estúdio

27 out a 20 nov | M16  
Qua a Sáb 21:45 | Dom 17:00

 

a partir de PESSOA, H. MÜLLER  e SHAKESPEARE

 

A Europa reduzida a escombros. As ruínas, o reduto do crime.

encenação / dramaturgia / produção RICARDO BOLÉO

com JOSÉ CONDESSA LÍDIA MUÑOZ

A destruição do campo de batalha que, um dia, foi lar. Geometria maquinal de uma pátria putrefacta. Para quê um reino que ter se não há mais que a hora de se ser ou não ser? Usar a máscara de Hamlet é reconhecer o fracasso. A atroz descoberta de si desvela o único e merecido trono: a morte.

Dizem-se coisas impossíveis. O corpo, em carne viva, grita. A falsa impossibilidade de substituição. Terror e desespero entre a vida e a morte. A Europa reduzida a escombros. As ruínas, o reduto do crime.

A esperança não se concretizou.

 

 

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.