Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Academia Portuguesa de Cinema entrega troféu a Júlia Buisel

Cerimónia de entrega do Prémio Bárbara Virgínia decorreu na Cinemateca

No passado dia 8 de fevereiro, a Cinemateca Portuguesa foi pequena para receber todos os que fizeram questão de marcar presença na cerimónia de entrega do Prémio Bárbara Virgínia a Júlia Buisel, pelos mais de cinquenta anos de carreira ao serviço do cinema português, não só como atriz mas, também, como autora, assistente de encenação, assistente de realização, anotadora, script supervisor e, mais recentemente, realizadora.

Júlia Buisel recebeu o prémio das mãos de Paulo Trancoso, Presidente da Academia Portuguesa de Cinema, e da atriz Leonor Silveira, também ela homenageada no passado com este troféu.

Após a entrega do Prémio Bárbara Virgínia a Júlia Buisel, foi exibida a curta, “Quantas Vezes Tem Sonhado Comigo”, que assinala a sua estreia como realizadora, e “Pássaros de Asas Cortadas”, filme da autoria de Artur Ramos que marcou a sua estreia como atriz, em 1963.

Sobre o Prémio Bárbara Virgínia:

Instituído pela Academia Portuguesa de Cinema em 2015, o Prémio Bárbara Virgínia pretende homenagear mulheres que se distinguem nas mais diversas áreas do cinema português. Até à data, foram distinguidas as atrizes Leonor Silveira e Laura Soveral, a colorista Teresa Ferreira e, este ano, Júlia Buisel, atriz, autora, assistente de encenação, assistente de realização, anotadora, script supervisor e realizadora.