Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

AMANHÃ, NO MUSEU NACIONAL DA MÚSICA | LUÍSA AMARO e ENSEMBLE QUITAPESARES (Colômbia) | Entrada Livre

Amanhã, no MUSEU NACIONAL DA MÚSICA | ‪#‎EntradaLivre‬
18h30 | 'ENSAMBLE QUITAPESARES', bandola llanera  | Vichada – Colômbia 
19h00 | LUÍSA AMARO na guitarra portuguesa
 
 
 
O 'Ensamble Quitapesares' é composto por um maraquero, um baixista e um cuatristaonze crianças e adolescentes colombianas, intérpretes de bandola llanera,  e irá actuar amanhã pelas 18h30.
A finalizar o concerto, Luísa Amaro tocará guitarra portuguesa, apresentando assim o instrumento musical português a esta comitiva colombiana tão especial.

bandolasfoto (2).jpg

 

A bandola Llanera é um instrumento musical de cordas oriunda da região dos Llanos Orientales e este projecto tem como objectivo a preservação e a interpretação da música tradicional llanera.
As jovens participantes deste grupo foram vencedoras individualmente em diferentes festivais regionais e nacionais, como o Festival da Palma de Ouro.
Interpretam diferentes ritmos llaneros e música tradicional colombiana.

A iniciativa de Diplomacia Desportiva e Cultural do Ministério para as Relações Exteriores da Colômbia, vinculou-se a este processo que se desenvolve nas margens do Rio Orinoco, na fronteira da Colômbia com a Venezuela e pertence à Escola de Formação Artística Indio Venancio, instituição cultural que pertence à Alcaldía [Câmara Municipal] de Puerto Carreño e que actualmente conta com aproximadamente 350 crianças do território.

Esta iniciativa nasceu da aceitação voluntária por parte do Governo Nacional da Colômbia da Resolução do Conselho de Segurança das Nações Unidas sobre a prevenção e luta contra o recrutamento armado infantil.

O desporto e a cultura são ferramentas efectivas para a formação de pessoas íntegras. Permitem fortalecer o desenvolvimento de processos sociais e gerar uma melhor qualidade de vida. Utilizando algumas das palavras proferidas pela Ministra das Relações Exteriores da Colômbia, Dra. Maria Angela Holguin: “este é o projecto que apoia todos os jovens, com a finalidade de “blindá-los” contra a violência; queremos mostrar as capacidades que têm estes jovens e as possibilidades que podem encontrar no desporto e na música”.

É oferecida à população infantil e juvenil dos municípios que enfrentam o recrutamento armado na Colômbia, a possibilidade de fortalecer o seu desenvolvimento desportivo e cultural através da interacção com outras culturas na que se encontram com iniciativas de inclusão social, vinculada a um projecto que lhes permite aprender directamente de reconhecidas figuras públicas nacionais e internacionais.

Ate à data, mais de mil meninos, meninas e jovens, já participaram na iniciativa de Diplomacia Desportiva e Cultural do Ministério das Relações Exteriores. Já participaram 65 municípios de 18 departamentos e já se visitaram 39 países na América, Ásia, África, Europa e Oceânia, para realizar intercâmbios em 16 modalidades desportivas, 13 géneros musicais e 1 audiovisual.