Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Anelis Assumpção ao vivo pela primeira vez em Portugal I Lisboa - 28 de Outubro I Porto - 29 de Outubro

8f7bcb59-385d-49bc-bee6-1ea60c5a1d91.jpg

 

Anelis Assumpção, a mais aclamada nova voz do Brasil, atua pela primeira vez em Portugal na primeira edição da Festa Sotaque Carregado



Lisboa - 28 de Outubro, Titanic Sur Mer
Porto - 29 de Outubro, Plano B

 

 

Toda a crítica brasileira se rendeu ao talento de Anelis Assumpção, sendo hoje a mais promissora voz da nova cena musical brasileira. Vencedora do prémio Deezer para Melhor Artista Revelação em 2014 e em 2015 reconhecida pela Associação Brasileira de Críticos de Arte como Melhor Nova Artista, Anelis Assumpção encaixa na perfeição no velho ditado “filho de peixe sabe nadar”. 


Filha do incontornável Itamar Assumpção, um dos principais músicos da chamada Vanguarda Paulista, começou a cantar aos 18 anos como corista do seu pai. Em 2001 forma o grupo feminino Dona Zica e mais tarde participa no trio Negresko Sis. Mas em 2011 Anelis parte para uma carreira a solo e apresenta o impressionante “Sou Suspeita, Estou Sujeita Não Sou Santa”. Ninguém lhe ficou indiferente. Este álbum, sampleado pelo próprio Itamar, chegou “malemolente" e elegante, cheio de balanço, de samba, reggae e hip hop, além da forte presença da sua principal influência, a vanguarda paulistana. 
 
Três anos depois apresentou o segundo disco. Produzido pela própria em parceria com Bruno Buarque, Cris Scabello, Mau e Zé Nigro, “Anelis e os Amigos Imaginários” é um passeio pelo que de melhor acontece no cenário musical paulista no rap, música caribenha, rock feminino, afrobeat e dub e foi considerado pela Revista Rolling Stone como o 21.º melhor álbum do mundo em 2014.

8a7d9a19-f356-4a95-9052-a4350b459f9b.jpg

 

Aproveitando a viagem a Santiago de Compostela, onde atua a convite da Womex, a mais importante feira de world music do mundo, Anelis Assumpção dará dois concertos em Portugal. O primeiro será em Lisboa, a 28 de Outubro, no Titanic Sur Mer, no Cais Sodré, e está inserido na Festa Sotaque Carregado. Este conceito surgiu há dez anos no Rio de Janeiro a partir do slogan “ser chique é ter sotaque carregado” usado pelo Dj MAM no seu popular programa de rádio. Hoje é um grande evento anual que promove um verdadeiro dialogo entre ritmos e culturas. 
 
Ao longo de oito horas da melhor música, 13 artistas desfilam no palco do Titanic Sur Mer. Entre eles estão os músicos do projeto Coladera que promete uma fusão transatlântica vinda de Minas Gerais (Brasil), fazendo escala em Cabo Verde, e chegando a Lisboa com esta mistura na bagagem: a música autoral brasileira de Vitor Santana, a música ibérica do guitarrista e compositor português João Pires, e a experiência e modernidade do conceituado percussionista brasileiro Marcos Suzano.
 
Logo a seguir sobe ao palco Anelis Assumpção e os “Amigos Imaginários”, que prometem aquecer o Titanic Sur Mer. Dos instrumentos, passa-se ao Live Act: DJ MAM o multifacetado produtor, compositor e cantor carioca traz a sua caravela sonora e navega pelos vários sotaques da música brasileira mixando com mestria sons como o Maracatu, Funk, Samba, Carimbó e Candomblé com as batidas eletrónicas das pistas de dança worldwide. Eleito um dos melhores DJs em 2014 e 2012, MAM é o autor da música oficial do Rio de Janeiro, “Oba RIO”, e também do tema da comemoração dos 80 anos do Cristo Redentor do Corcovado, “Redentor”. 
 
Para um final em grande, seguimos para África com os Irmãos Makossa e os seus sets conhecidos por porem todos a dançar até de manhã!

A entrada custa oito euros e pode ser comprada antecipadamente no Titanic Sur Mer e na Associação Crew Hassan, nos Anjos.

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.