Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

António Chaínho | Um grande regresso aos concertos em Setembro

view.jpg

 


FESTIVAL SOU DO FADO, 4 Set

FESTA DO AVANTE, 6 Set

FESTIVAL CAIXA ALFAMA, 19 Set

Depois do lançamento do seu novo CD “Cumplicidades” em Março e da sua estreia ao vivo no CCB em Abril, Mestre António Chainho tem andado em tour com o seu novo projeto um pouco por todo o país e estrangeiro, tendo encontro marcado novamente com Lisboa em três importantes concertos que assinalam o seu regresso em Setembro, e que mostrarão uma vez mais as diferentes facetas de compositor e intérprete dentro da multiplicidade de abordagens musicais a que Chainho nos tem habituado ao longo dos seus 50 anos de carreira e que lhe valeram o reconhecimento pela revista Songlines como um dos 50 músicos mais influentes da World Music.
 
Festival “Sou do Fado” (Largo de São Carlos a 4 Set): será um concerto puramente instrumental, que percorrerá a extensa obra instrumental de Chainho, contando para o efeito com importantes convidados como o Basco Kepa Junquera no acordeão, Marta Pereira da Costa na Guitarra Portuguesa, e o trompetista Português residente em Londres, Raul D’Oliveira, músico que tem integrado recentemente as tournées de artistas como Sting ou Elton John.
 
Festa do Avante (Auditório 1º de Maio a 6 de Set), um concerto voltado para o lugar da música Portuguesa no contexto da world music e o mais próximo do seu recente disco “Cumplicidades”, e onde Chainho será acompanhado pelas grandes vozes cúmplices de Paulo de Carvalho, Ana Bacalhau (Deolinda), Filipa Pais, Hélder Moutinho e o Grupo Coral e Etnográfico da casa do Povo de Serpa, talvez o mais importante grupo de Cante Alentejano da atualidade, e ainda pelo trompetista Raul D’Oliveira.
 
Festival Caixa Alfama (Palco Caixa a 19 Set), trata-se de um concerto de Mestre António Chaínho centrado no seu repertório de Fado, quer instrumental, quer cantado, assim como em diferentes temas cantados que cruzam o Fado com a música Brasileira e Africana retirados da sua extensa discografia, contando com o regresso ao Fado por parte de Paulo de Carvalho, voz única e um dos mais prolíficos compositores de Fado dos últimos 20 anos, da cantora e fadista Filipa Pais, voz singular com uma discografia própria no Fado, e Ana Vieira, versátil cantora que a par de Filipa Pais têm acompanhado o Mestre nas suas tournées dos três últimos anos.
 
Para este três concertos, Mestre António Chainho será acompanhado pela sua banda constituída por Ciro Bertini (baixo, acordeão e direção musical), Tiago Oliveira (viola), Ruca Rebordão (percussão) e Diogo Carvalho (percussão).
 
Três grandes concertos, e outras tantas formas de abordar a música Portuguesa e do mundo, o Fado e o seu instrumento mais icónico, a Guitarra Portuguesa, num festejado regresso aos palcos de Lisboa de um dos seus mais importantes executantes, que da excelência, sabedoria e cumplicidade partilhada ao longo dos seus 77 anos de idade e 50 de carreira artística fez o mote de um percurso pessoal ímpar como músico, artista e cidadão.
 
Os 50 Anos de Carreira de Mestre António Chainho têm o apoio da Associação Mutualista Montepio no âmbito das comemorações dos seus 175 anos, da RTP e da Antena 1. O CD “Cumplicidades” tem ainda o apoio da Sociedade Portuguesa de Autores e do Museu do Fado.

António Chaínho