Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Arte por São Cristóvão: Restauro ao Vivo

Restauro ao vivo arranca em São Cristóvão com a presença da Vereadora da Câmara Municipal de Lisboa Graça Fonseca

 

A igreja de São Cristóvão está a preparar um restauro ao vivo de uma das 35 telas da autoria de Bento Coelho da Silveira (séc. XVII) a partir do dia 20 de Julho. A atividade, que se prolongará durante o verão, pretende dar a conhecer aos visitantes as técnicas de restauro, com workshops para crianças e adultos.

O restauro da tela, que representa Santo António a dar de comer aos pobres, dá aos lisboetas e aos turistas a possibilidade de acompanhar a intervenção em qualquer dia de semana, entre as 10 e as 18 horas. Ao longo deste período far-se-á um conjunto de workshops direcionados a adultos e outros a crianças com o objetivo de sensibilizar as pessoas para a necessidade de preservação do património. Pretende-se criar entre o público e este património artístico único, uma relação de proximidade e pertença, passível de continuar e multiplicar o apoio recebido até à data.

Na segunda-feira, dia 20 de Julho, a partir das 8 horas da manhã dois técnicos estarão disponíveis para esclarecerem as dúvidas. Às 15 horas haverá um grupo de crianças a fazer o primeiro workshop de restauro que será acompanhado pela vereadora da Câmara Municipal de Lisboa Graça Fonseca e por Miguel Coelho, Presidente da Junta de Freguesia de Santa Maria Maior.

 

O projeto Arte por São Cristóvão

O projeto Arte por São Cristóvão (www.arteporsaocristovao.org), que envolve a população da Mouraria e entidades públicas e privadas, tem como objetivo restaurar a igreja de São Cristóvão, em Lisboa.

Vencedor do Orçamento Participativo de Lisboa 2014, com a atribuição de 75 mil euros, o projeto Arte por São Cristóvão já realizou, em três meses, dezenas de atividades de que resultaram donativos no valor de 25.318€ destinados ao restauro da igreja.

A igreja que estava praticamente fechada às visitas conta agora com dez voluntários que garantem a abertura e o fecho do monumento e que permitiram uma entrada de 15 mil turistas nos três primeiros meses que deixaram na caixa para o restauro cerca de 3068€.

As Visitas Guiadas permitiram que 500 pessoas pudessem conhecer o património cristão da Mouraria e, desta forma, se divulgasse o projeto nas redes sociais junto de um público alargado.

Manuel Luís Goucha, Herman José e Vanessa Oliveira são alguns dos nomes que se associaram à campanha de recuperação da igreja, comprando uma telha promovendo e divulgando o projeto.

A Liberty Seguros apoiou também a causa com um donativo de 5000€ para o restauro de uma tela e prepara um concerto para o final de Agosto. Várias outras empresas fizeram donativos na ordem dos 3000€.

Números da Arte por São Cristóvão

  1. 10 Voluntários, 15.000 visitantes e 500 participantes nas visitas guiadas;
  2. Quatro noites de fados, em parceria com a Junta de Freguesia de Santa Maria Maior, permitiram arrecadar um total de 5000€;
  3. O trono de Santo António, elaborado pela técnica Ester Barbosa, e lançado pela EGEAC permitiram arrecadar, através de rifas, um total de 1257€;
  4. O Biscoito d’São Cristóvão, feito na Cozinha Popular da Mouraria, lançado há uma semana na Vida Portuguesa com Catarina Portas à cabeça, permitiu arrecadar já 989€;
  5. A venda de telhas para substituir a cobertura da igreja rendeu até ao momento cerca de 3940€;
  6. Os mealheiros, que estão disponíveis em todos os estabelecimentos de São Cristóvão, renderam no primeiro mês 432€ e serão agora distribuídos também pelas famílias;
  7. Os crachás com o símbolo do projeto renderam 122€;
  8. O crowdfunding para a recuperação da tela do altar mor arrecadou até ao momento 2942€ o que representa 58% do objetivo inicial definido (5000€)