Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Artes performativas asiáticas em destaque no Museu do Oriente

Curso temático decorre até Junho

 

Fundação Oriente 21 jsilveirar-min.jpg

 

 

 

A ausência de contacto regular com as artes dramáticas e performativas orientais e a sua omissão nos hábitos de consumo cultural ocidental motivaram a criação de um curso que promove o seu conhecimento, no Museu do Oriente, de 20 de Abril a 22 de Junho.

 

Em dez sessões são relacionados um conjunto de formas orientais, históricas ou actuais, especificamente da Índia, Tibete, Sudeste Asiático e Extremo Oriente, com valor paradigmático na reconstituição de uma especificidade cénica e performativa oriental.

 

Os objectivos são proporcionar instrumentos para a sua inteligibilidade, apreciação estética e reconhecimento de valores formativos para a prática das artes do espectáculo.

 

O curso é orientado por Francisco Luís Parreira, Doutorado em Ciências da Comunicação, na especialidade de Cultura Contemporânea e Novas Tecnologias, pela Universidade Nova de Lisboa. Foi, até 2015, director e docente da licenciatura de Artes Performativas e Tecnologias da Universidade Lusófona e sub-director da licenciatura de Artes Dramáticas - Formação de Actores da Universidade Lusófona do Porto. Foi professor convidado no Mestrado e na Licenciatura de Teatro da ESAD-IPL. A suas áreas de ensino, produção, comunicação e publicação académica são as Artes Performativas, a Teoria Política e a Teoria da Cultura.

 

Curso de Artes Performativas no Museu do Oriente

20 e 27 de Abril, 4, 11, 18 e 25 de Maio, 1, 8, 15 e 22 de Junho – sábados

Horário: 10.00-13.00

Preço: 100 €/ 10 sessões

Participantes: mín. 10, máx. 15

 

 

www.museudooriente.pt

 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.