Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Artista italiano expõe a resistência da Natureza no Braga Parque

  • Pela primeira vez em Portugal, Giacomo Cossio cria uma impactante obra com 230 plantas
  • Instalação enaltece a vitória da Natureza perante as tentativas destrutivas do Homem

Braga Parque_ContraNatura.jpg

Entre 13 de maio e 13 de junho, o Braga Parque vai ser invadido por uma instalação de arte intitulada “ContraNatura”, composta por 230 plantas intervencionadas e totalmente revestidas a cor-de-rosa choque e azul-turquesa. Sem colocar em risco a sua sobrevivência, esta impactante e gigante floresta vegetal irá surpreender não só pelas suas cores e dimensões, mas também pela importante mensagem que transmite.

 

Criada pelo artista italiano Giacomo Cossio, que expõe pela primeira vez em Portugal, esta obra pretende demonstrar a resistência e resiliência da natureza, com o objetivo de revelar a sua força para recuperar perante as tentativas destrutivas do Homem.

 

Giacomo, um defensor apaixonado pelo ambiente e pela natureza, viajou até ao Braga Parque para criar um jardim mágico. Usando tintas à base de água e não tóxicas, foram cobertas 230 plantas em vasos de diferentes dimensões e alturas distintas.

 

Todas as plantas são regadas, fertilizadas e tratadas diariamente, garantindo a sua saúde ao longo da exposição. O Braga Parque garante a monitorização, irrigação e fertilização das plantas, bem como a estabilidade e o controlo dos níveis de humidade e temperatura.

 

As plantas continuarão a crescer, florescendo e brotando na sua cor natural. No final da exposição, serão doadas a várias instituições da cidade de Braga (Creche Rainha Santa Isabel, Creche D. Leonor, ERPI- Nossa Sra. da Misericórdia, ERPI- d. Diogo de Sousa, ERPI Nevarte Gulbenkian, Centro de Dia Nossa Sra. da Misericórdia e Quinta Pedagógica de Braga), onde se poderá ver o processo de vitória da Natureza sobre a intervenção humana.

 

Este projeto de Giacomo Cossio, criado em 2017, já percorreu várias localizações em Itália. Para além das diversas exposições realizadas no passado, a obra “ContraNatura” foi já alvo de debates e conferências com participação de especialistas em arte e botânica, entre os quais o reconhecido botânico italiano Stefano Mancuso.

 

A obra é impulsionada pela desconstrução e reestruturação da figura humana, da paisagem, da natureza e dos objetos do quotidiano, um tema caro à Pop Art. Sobre o seu trabalho, o artista sublinha que desenvolve “soluções escultóricas e arquitetónicas, usando o espaço de forma tridimensional, o que leva à criação de obras salientes e impactantes”.

 

Sob o fio condutor da consciência ambiental, esta mostra é mais um momento cultural e de lazer no Braga Parque. Esta exposição artística, que conta com a curadoria da State of the Art (SOTA), honra, mais uma vez, o compromisso do shopping com a sustentabilidade e a comunidade, continuando a apostar em ações que alertem para um futuro melhor.