Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

"Artistas Convidados" na Casa Museu Teixeira Lopes para a 3ª Bienal Internacional de Arte Gaia

Nadir Afonso, Jorge Curval, Franchini, entre tantos outros

“ARTISTAS CONVIDADOS” NA CASA MUSEU TEIXEIRA LOPES

PARA A 3ª BIENAL INTERNACIONAL DE ARTE GAIA

*Inauguração realiza-se no dia 10 de Maio, pelas 18 horas

 

A Casa-Museu Teixeira Lopes/Galerias Diogo de Macedo acolhe, a partir de 11 de Maio, a exposição “Artistas Convidados”, integrada na 3ª Bienal Internacional de Arte Gaia. Agostinho Santos, curador da exposição e Presidente da Artistas de Gaia - Cooperativa Cultural, selecionou 77 obras para incitar o diálogo entre artistas consagrados e talentos recém-saídos das Escolas de Arte.

 

No número 714 da Rua Conselheiro Veloso, em Vila Nova de Gaia, junta-se Nadir Afonso, Ângelo de Sousa, António Sena, António Bessa, Juan Antonio Mañas, Jaime Silva, Isabel Sá, Graça Martins, Francisco Laranjo, Helena Fortunato, Franchini, Domingos Loureiro, António Cardoso, André Gigante, Susana Bravo, Víctor Costa, Rosa Godinho; Paulo Bernardino Bastos ou Wolker Schnúttgen, entre tantos outros, evidenciando o que cada autor – independentemente da faixa etária ou da expressão artística de cada um – expressa na contemporaneidade da sua arte, sublinhando o papel das artes plásticas na formação do indivíduo.

 

“As magníficas salas da Casa Museu Teixeira Lopes/Galerias Diogo de Macedo recebem uma espécie de radiografia visível do que se vai produzindo, acompanhando o percurso e a evolução dos respectivos artistas, alguns deles, sem dúvida, grandes nomes da arte contemporânea”, destaca Agostinho Santos, curador da exposição que, até 20 de Julho, celebra a arte da cidade e na cidade de Vila Nova de Gaia.

 

Na mesma data, a Quinta da Fiação, em Lever, dá início a um ciclo de “Diálogos na Bienal” que semanalmente juntam artistas, curadores e público em conversas sobre os temas que dão corpo às exposições patentes nesta edição. até 17 de Julho, há diálogos mas também música ao vivo, às quartas-feiras pelas 18 horas e aos sábados, pelas 16 horas.

 

Com o apoio da Câmara Municipal de Vila Nova de Gaia, a terceira edição da Bienal Internacional de Arte Gaia, a Bienal Internacional de Arte Gaia é já a maior bienal de arte do País, estendendo-se a oito pólos situados em várias cidades como Alfândega da Fé, Braga, Estremoz, Gondomar, Monção, Seia e Viana do Castelo chegando, pela primeira vez a Espanha, e envolvendo Vigo na dinâmica criativa que se mostra ao longo de três meses de exposição.

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.