Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Associação Novo Futuro promove a 14ª Edição do RASTRILLO para mais um Natal 100% solidário

A edição de 2017 da maior feira de solidariedade do país realiza-se entre 23 e 26 de novembro

Associação Novo Futuro promove a 14ª Edição do RASTRILLO para mais um Natal 100% solidário

 

Cartaz Rastrillo17.jpg

 

A Feira de Solidariedade da Novo Futuro – Rastrillo  marca o início da época natalícia dos portugueses há 14 anos consecutivos e está de regresso para celebrar um Natal 100% solidário.

A Associação de Lares Familiares para Crianças e Jovens Novo Futuro é uma Instituição Particular de Solidariedade Social (IPSS) fundada em 1996. Tem actualmente 8 casas onde acolhe 73 crianças e jovens em risco social, dos 3 aos 19 anos, privados de um ambiente familiar seguro, localizadas em Lisboa, Cascais, Sintra e Gaia.

De 23 a 26 de novembro, o Centro de Congressos de Lisboa irá encher-se de diversas marcas e produtos, a preços altamente competitivos, onde num ambiente descontraído e de convívio, pode realizar as suas compras de Natal. A totalidade das receitas reverte totalmente a favor das casas da Associação Novo Futuro.

O espaço inclui 40 stands, distribuídos por 1800 m2, onde se pode encontrar desde artigos para o lar (faiança/loiças), perfumaria e cosmética, bijuteria, roupa de casa, brinquedos, vestuário para homem, senhora e criança, sapatos, acessórios, vinhos e produtos gourmet, são alguns dos artigos que poderão ser encontrados no RASTRILLO. Existem ainda diversos espaços de restauração, também eles com receita 100% solidária, onde todos os visitantes poderão degustar as mais diversas iguarias.

 

Sobre a Associação Novo Futuro

Fundada em Portugal em 1996, a Associação Novo Futuro assume-se como uma Instituição Particular de Solidariedade Social (IPSS), cuja atividade é considerada de superior interesse social, e tem como missão acolher crianças e jovens em risco social, privilegiando os grupos de irmãos, que se encontram privados de um ambiente familiar seguro, garantindo-lhes acolhimento, bem-estar e educação até à fase de autonomia plena na idade adulta ou de reintegração na família.

 

Residem nas actuais 8 Casas de Acolhimento da Novo Futuro, 73 Crianças/Jovens, com idades compreendidas entre os 3 e os 19 anos.

 

Ao longo de 21 anos de intenso trabalho e total dedicação de técnicos e voluntários, a Novo Futuro acolheu um total de 204 crianças e jovens, onde 131 destes conseguiram entretanto prosseguir com os seus projetos de vida, integrados na família de origem, em famílias adotivas, em instituições especializadas ou em autonomia plena.