Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

AVANCA 2015: 17 premiados na cerimónia de abertura do festival

 

 

IMG_4663s.jpg

 

Conforme é tradição, a gala de abertura do AVANCA – Encontros Internacionais de Cinema, Televisão, Vídeo e Multimédia distribui os prémios pelos realizadores, atores ou produtores dos filmes vencedores da edição anterior. Na noite de 22 de julho, foram entregues 17 prémios do total de 25 premiados em 2014, nas 5 categorias que compõem o certame.

 

A cerimónia, apresentada por António Costa Valente, Presidente da Direção do Cine-Clube de Avanca e principal mentor deste festival, teve lugar no Auditório do Salão Paroquial de Avanca e representou um dos momentos de arranque da 19ª edição do AVANCA. No mesmo dia, na Escola Egas Moniz, iniciaram-se os trabalhos da 6ª edição da AVANCA | CINEMA, Conferência Internacional de Cinema - Arte, Tecnologia, Comunicação, e foi inaugurada a exposição “Amor Rarefeito”, de Andre Araujo, na Casa Municipal da Cultura, em Estarreja.

 

A freguesia de Avanca e o concelho de Estarreja vivem a multiculturalidade deste festival. Até dia 26 de julho, representantes de 121 países vão percorrer as terras do Antuã, quantidade que dilatou nesta edição do certame, segundo António Costa Valente. “O número de países que nos enviaram filmes duplicou, passou de 60 ou 70 para mais de 120”, facto que confirma a intenção desta “festa” do cinema: “queremos que seja uma janela que nos permita ver o que está a acontecer um pouco por todo o mundo”, ambicionou Costa Valente.Com filmes dos 5 continentes a circular no AVANCA 2015, esta intenção não está longe de se concretizar.

 

2220 filmes submetidos, 60 películas em competição, 80 sessões de cinema, prémios em 5 categorias, 121 países envolvidos, dos 5 continentes, durante 5 dias intensivos de festival. São estes os números da 19ª edição do AVANCA – Encontros Internacionais de Cinema, Televisão, Vídeo e Multimédia, que deixam orgulhoso Diamantino Sabina, Presidente da Câmara Municipal de Estarreja. “É um privilégio, como Presidente de Câmara, ter no concelho e nesta vila de Avanca, um evento com esta dimensão”, disse o autarca na cerimónia de abertura do festival, perante uma plateia composta por meio milhar de produtores, realizadores, investigadores, estudantes, cinéfilos e cidadãos locais. Durante a tarde, na abertura da Conferência AVANCA | CINEMA, Diamantino Sabina confessou que a organização está já a trabalhar a 20ª edição do certame. “Estamos a trabalhar junto da União Europeia no sentido de conseguirmos financiamento, já a partir do próximo ano, para fazer crescer este festival, dando-lhe ainda mais corpo internacional e notoriedade. No futuro, queremos que o AVANCA seja ainda maior do que já é.

 

Entre os premiados da edição do ano passado, subiram ao palco Luís Falcão (Portugal), realizador de “Pecado Fatal”, vencedor da Melhor Longa-Metragem de Ficção na Competição AVANCA e Salem Salavati (Irão), com “The Last Winter, para receber os prémios de Melhor Longa-Metragem e Melhor Atriz, na Competição Internacional. A Joaquim Haickel (Brasil) também foram entregues dois galardões pelo documentário “A Pedra e a Palavra”: Prémio Documentário e Prémio Estreia Mundial, ambos na Competição AVANCA. Dentro do cinema de animação, Alexandra Averyanova (Rússia) recebeu o Prémio Melhor Animação da Competição Internacional, com “Shades of Gray”, e Patrícia Figueiredo (Portugal) o Prémio Animação da Competição AVANCA, pela curta-metragem “Foi o Fio”.

 

O Município de Estarreja coorganiza o AVANCA 2015 juntamente com o Cine-Clube de Avanca. A 19ª edição do certame conta ainda com o apoio do ICA/Secretaria de Estado da Cultura, Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ), Fundação para a Ciência e Tecnologia (FCT), Região de Aveiro, Turismo do Centro de Portugal, Junta de Freguesia de Avanca, entre outras entidades locais.