Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Barcelos: Restauro dos livros da Biblioteca do Convento de Vilar de Frades

DRCN promove restauro dos livros da Biblioteca

do Convento de Vilar de Frades

 

Os livros da biblioteca do antigo Convento de Vilar de Frades, em Barcelos, estão a ser objeto de tratamento técnico, tendo em vista o seu estudo e valorização. Este trabalho, que tem vindo a ser realizado desde fevereiro, é um projeto do Instituto de Filosofia da Faculdade de Letras da Universidade do Porto coordenado por José Meirinhos, financiado pela Direção Regional da Cultura do Norte, no âmbito da candidatura Mosteiros a Norte, cofinanciada pelo Programa Operacional Norte 2020.

O projeto visa o estudo das bibliotecas monásticas no norte do país, desde o período medieval até ao período moderno de constituição das bibliotecas públicas, para compreender o seu papel na difusão e circulação do saber, na constituição de espólios em áreas específicas do saber e na formação de leitores e de escolas.

Após o primeiro contacto com o espólio do antigo convento de Vilar de Frades, pertença do espólio biográfico da Biblioteca Municipal de Barcelos, constatou-se que havia necessidade de iniciar imediatamente um tratamento preventivo de limpeza e consolidação dos livros, ficando de hora a hipótese de restauro, que implicaria excessivos custos.

Atualmente, em estudo estão 991 volumes, na sua generalidade em muito mau estado de conservação, que estão a ser objeto do tratamento necessário para os preservar da melhor forma (limpeza, ordenação, consolidação e reacondicionamento), seguindo-se a sua devida catalogação e indexação.

O projeto está dividido em três tarefas: consolidação e catalogação, de 1 de fevereiro de 2018 a 30 de junho de 2018; estudo, de 1 de fevereiro de 2018 a 31 de dezembro de 2019; difusão e publicações, de 1 de novembro de 2018 a 31 de dezembro de 2019.

Serão analisados os melhores meios para a publicação e difusão das publicações que venham a ser realizadas, bem como para o depósito dos livros em condições que favoreçam a sua consulta ou musealização.

A informação produzida será disponibilizada em diferentes suportes: catálogo físico e online e ficheiro em suporte eletrónico.

 

Sobre a Operação Mosteiros a Norte

 

A Direção Regional de Cultura do Norte (DRCN) vai investir um total de 2,3 Milhões de Euros na Operação Mosteiros a Norte, que engloba os mosteiros de Arouca, Grijó, Rendufe, Tibães, Pombeiro e Vilar de Frades.

Comparticipada pelo Programa Operacional Norte 2020 e Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional, esta Operação visa dar continuidade às intervenções de consolidação do edificado, já anteriormente realizadas nos referidos mosteiros.

Pretende-se melhorar e criar espaços de receção/acolhimento, reforçar as iniciativas culturais e artísticas, divulgar os espaços monásticos como pólos de atração no território e atrair novos públicos.

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.