Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Bem vindos ao Folio, a Babel Feliz

email_header (2).jpg

 

Folio Dixit
"O sentimento de Frátria, que só a literatura permite, é o único onde existe plenamente uma ética da alegria e da liberdade."
Eucanãa Ferraz - Óbidos, 22 de 0utubro de 2016


_____

Dia 1.

BABEL FELIZ

Afinal é mesmo em setembro que tudo recomeça. Esqueçam-se da primavera. Setembro e o seu equinócio é que representam o início do novo ciclo na vida dos homens. É neste mês de recomeço que acontece o Folio, o Festival Literário Internacional de Óbidos. Nesta vila medieval, este ano galardoada com o título da Unesco - Cidade Criativa da Literatura, o Folio é um acontecimento ímpar entre todos os eventos culturais em Portugal e um dos maiores da Europa.São 43 escritores (entre eles um prémio Nobel) que, em 18 mesas de autores, vão saciar com cultura almas sequiosas. De 22 de setembro até 2 de outubro vai falar-se do universo lusófono, do espaço comum da poesia, das revoluções necessárias nos nossos dias, de uniões e ruturas, de teatro, de fascínio, das literaturas sul americanas, europeias e africanas, de canções que se escrevem antes de se cantar. Sob o signo More, Cervantes, Shakespeare, Bosch, Sá Carneiro, Virgílio Ferreira, Brecht, Ruy Belo e Lull.Há 24 ilustradores, 18 propostas literárias, 17 exposições, 16 apresentações, 15 concertos (muitos deles em estreia mundial), 12 aulas, 11 sessões de cinema, 8 leituras encenadas, 8 performances, muitos livros que se comem, 4 comboios diários entre Lisboa e Óbidos que são verdadeiras bibliotecas. Em Óbidos há utopias em prosa, em verso, no palco, na rua; utopias a falar com jornalistas e jornalistas a falar delas. Utopias que se cheiram e se comem, que se desenham nas paredes e passeiam nas ruas.Quem cá veio o ano passado já sabe que o Folio é uma viagem. Sabe que ela acontece, toda inteira, sem ser preciso mudar de lugar. Quando, no último dia, o Presidente da República encerrar as horas deste Folio, muitas vidas se haverão de ter encontrado, muitas palavras trocado, muitos olhares cruzado e muitas alegrias sentido.Por isto é mágica a Vila Literária. Mas estando cá, há mais… sempre mais, muito mais. 

Sejam bem vindos ao Folio!