Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Café Concerto do CCVF empresta o palco para o serpentear da Jibóia (28 novembro)

Centro Cultural Vila Flor recebe os sons exóticos de Óscar Silva

 

Café Concerto empresta o palco para o serpentear da Jibóia

image001.jpg

 

Esta sexta-feira, 28 de novembro, a partir da meia-noite, o Café Concerto do Centro Cultural Vila Flor, em Guimarães, veste as cores e emana os aromas da longínqua Bollywood. Assim é o som caleidoscópico que Óscar Silva dá ao público quando encarna Jibóia. O homem que veste as escamas deste réptil já é conhecido do público pelos seus ritmos exóticos carregados de um psicadelismo que promete viagens para destinos que destilam aromas de especiarias. Óscar já trabalhou com vários artistas, mas a Jibóia entrelaça-se frequentemente com Ana Miró (Sequin, que recentemente pisou o mesmo palco) com quem explora os territórios pérsicos da música e que é parceira neste último projeto, “Badlav”.

 

Óscar Silva lançou-se nesta aventura de desbravar novos caminhos musicais após os amigos de uma banda lhe lançarem o desafio de abrir, a solo, um concerto. A aposta foi ganha e o alter ego de Óscar, a Jibóia, lança agora o seu segundo EP, um trabalho que tem a mesma matriz sonora do primeiro, mas que se constrói todo em torno da voz de Ana Miró.

 

Óscar Silva não se deixa corromper pelas exigências do mercado mainstream e é com espanto que percebe que a sua música, ainda uma lufada de ar fresco no canto mais ocidental da Europa, é recebida com entusiasmo por parte de um público sedento de se soltar das amarras de sonoridades mais comerciais. A Jibóia desliza até Guimarães esta sexta-feira prometendo ritmos alucinantes numa atuação que se compara ao desvario de um encantador de serpentes.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.