Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Caminhada noturna “Descobrir as Linhas ao Luar” regressa numa edição solidária

caminhad aao luar.jpg

 

 

Sobral de Monte Agraço convida à descoberta das Linhas de Torres

 

Sobral de Monte Agraço, 29 de junhoO Centro de Interpretação das Linhas de Torres (CILT), convida para mais uma edição da caminhada noturna “Descobrir as Linhas ao Luar”, que acontece a 7 de julho em Sobral de Monte Agraço.

 

Um marco anual do CILT, a caminhada noturna “Descobrir as Linhas ao Luar’17” convida a (ré)descobrir alguns dos trilhos percorridos pela tropas anglo-lusas enquanto se posicionavam para defender Lisboa da 3ª Invasão Francesa a Portugal, num percurso de oito quilómetros.

 

Esta edição deste ano acontece sob um tema especial - o da solidariedade nos nossos tempos. Todos os participantes são convidados a contribuir com alimentos não perecíveis, que serão distribuídos pelas famílias carenciadas do concelho de Sobral de Monte Agraço. 

 

Os alimentos serão entregues no local de concentração, junto ao acampamento da Guerrilha de Montarão e, posteriormente, distribuídos pelas voluntárias da Conferência de São Vicente Paulo.

 

A caminhada, que terá inicio às 20h, contará também com a presença do Grupo de Recriação Histórica GUERRILHA DE MONTAGRAÇO - Associação de Cultura e Recreio 13 de Setembro de 1913.

 

Inscrições abertas gratuitas e obrigatórias (limitadas a 200 participantes) até 5 de julho através do 261 942 296 ou turismo@cm-sobral.pt.

 

 

Sobre Sobral de Monte Agraço: O concelho de Sobral de Monte Agraço pertence ao distrito de lisboa, integrando a sub-região Oeste (NUTS III) e a região Centro (NUTS II). É limitado a sul e a poente pelos concelhos de Mafra e Arruda dos Vinhos, a norte pelo concelho de Torres Vedras e a nascente pelo concelho de Alenquer.

 

Sobre CILT:O Centro de Interpretação das Linhas de Torres (CILT) é um espaço museológico polinucleado que tem como objetivo salvaguardar, estudar e promover o património das Linhas de Torres enquanto sistema de defesa militar que ditou a derradeira retirada do exército napoleónico de Portugal, naquela que ficou conhecida como a 3.ª invasão francesa - um dos episódios mais marcantes da Guerra Peninsular.

O CILT participa ativamente na gestão da Rota Histórica das Linhas de Torres (RHLT) e na sua dependência direta está o Circuito de Visita do Alqueidão. A partir dele é, também, possível conhecer o Percurso de Wellington e obter informação acerca de outros percursos da Rota Histórica das Linhas de Torres.            

                                                    

 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.