Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Candidaturas abertas para o Grande Prémio de Literatura dst | Prémio de 15 mil euros

Prémio de 15 mil euros

Candidaturas abertas para O

Grande Prémio de Literatura dst

* XXII edição é dedicada à prosa

* Candidaturas abertas até dia 31 de março

 

O Grande Prémio de Literatura está de regresso com a XXII edição, para distinguir obras de prosa publicadas em 2015 e 2016. Com um prémio pecuniário de 15 mil euros, esta distinção é uma das mais conceituadas no campo da literatura portuguesa, tendo já destacado nomes como Manuel Alegre, Jacinto Lucas Pires e Maria Velho da Costa. As candidaturas estão abertas até dia 31 de março.

O Grande Prémio de Literatura dst destina-se a obras em português, e de autores nascidos e residentes em território nacional. É o único prémio em Portugal de caráter rotativo no que a géneros literários diz respeito, distinguindo, num ano, um livro de poesia publicado em primeira edição no biénio anterior e, no ano seguinte, um título em prosa, também saído em primeira edição no biénio que o precedeu. O Grande Prémio de Literatura dst é mais uma das grandes apostas culturais do grupo dst e assume-se como um veículo privilegiado de promoção dos autores portugueses.

Este ano é a vez de destacar o melhor do que se tem feito em prosa, depois de Manuel Alegre ter arrecadado o prémio com Bairro Ocidental, em 2016. As candidaturas podem ser realizadas pelo autor ou editor até 31 de março, sendo que a 22 de maio serão conhecidas as cinco obras finalistas, selecionados por um júri constituído para o efeito. A entrega do prémio realiza-se posteriormente, aquando da inauguração da Feira do Livro de Braga, a 30 de junho de 2017.

Para José Teixeira, presidente do Conselho de Administração do grupo dst, este prémio literário "já conquistou um lugar de referência no mundo cultural português, o que se pode aferir pelo crescente número de obras que ano após ano são colocadas a concurso". "Ao investir na promoção da cultura, e de uma forma particular na literatura, o grupo tem a consciência de que está a aumentar a sua competitividade económica porque sentiremos melhor os diversos contextos que influenciam a nossa atividade e a forma como nos devemos relacionar com a comunidade e com os nossos parceiros de negócio.

O júri da XXII edição é constituído pelo Professor Doutor Vítor Manuel de Aguiar e Silva, o Doutor José Manuel Mendes e o Doutor Carlos Mendes de Sousa. A decisão é tomada por maioria ou unanimidade, excluindo-se sempre a posição de abstenção.

O Grande Prémio de Literatura dst nasceu em 1995, inicialmente destinado a premiar uma obra em português, de autor português nascido ou residente no Distrito de Braga. Foi em 2004 que ganhou dimensão nacional e ano após ano afirma-se como um dos galardões mais importantes na área da cultura em Portugal.