Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Cão Solteiro com duas estreias  em Fevereiro

 


Cão Solteiro & Vasco Araújo: DOISMILEVINTEEDOIS no Teatro São Luiz, em Lisboa > 15 a 19 de Fevereiro

Cão Solteiro & José Maria Vieira Mendes:
Matriz no TAGV, em Coimbra > 25 de Fevereiro

 
A companhia de teatro Cão Solteiro apresenta duas novas criações em Fevereiro: primeiro, com autoria Cão Solteiro & Vasco Araújo, realiza-se DOISMILEVINTEEDOIS, que estreia, em Lisboa, de 15 a 19 de Fevereiro, às 20:00, no Teatro São Luiz e, depois, a 25 de Fevereiro, às 21:30, é apresentado Matriz, no TAGV - Teatro Académico Gil Vicente, em Coimbra, da autoria do Cão Solteiro e de José Maria Vieira Mendes.

descarregar (8).jpg

 
 
 
 
 

DOISMILEVINTEEDOIS, de Cão Solteiro & Vasco Araújo
Nos últimos vinte anos, a matéria, o espaço e o tempo não foram o que tinham sido antes.
Devemos esperar que grandes transformações ocorram no que diz respeito às técnicas
artísticas, afetando a própria criação e talvez mesmo transformando a nossa noção de arte.
Em DOISMILEVINTEEDOIS, repensamos as vanguardas do início do século XX e todos os
movimentos que engendraram dentro da arte a anti-arte e dentro do teatro o anti-teatro,
recusando toda a lógica passada e projetando o futuro nesse caos.

Com texto de Diogo Bento e interpretações, em palco, de Cláudia Jardim, Greg Wohead, Letícia da Costa Gonçalves, Miguel Frazão, Noëlle Georg, Nuno Nolasco, Patrícia da Silva, Paula Sá Nogueira, Vasco Araújo, esta é a sexta cocriação do Cão Solteiro com o artista plástico Vasco Araújo numa colaboração iniciada em 2009.
 
Criação de Projecto: Cão Solteiro & Vasco Araújo
Em Cena: Cláudia Jardim, Greg Wohead, Letícia da Costa Gonçalves, Miguel Frazão, Noëlle Georg, Nuno Nolasco, Patrícia da Silva, Paula Sá Nogueira, Vasco Araújo
Texto: Diogo Bento
Cenografia: Vasco Araújo
Figurinos: Mariana Sá Nogueira
Desenho de Luz: Daniel Worm D’Assumpção
Desenho de Som: Miguel Lucas Mendes
Costura: Mestra Teresa Louro, Mestra Rosário Balbi
Coordenação Técnica de Cenografia: Cine-Set
Construção de Elementos Cenográficos: Bruno Bogarim
Assistência de Cenografia e Figurinos: Sara Vicente
Estúdio de Gravação Som: Namouche
Direcção de Produção e Fotografia: Joana Dilão (CS)
Produção Executiva: Mariana Sá Marques (CS)
Assessoria de Imprensa: Helena César (CS)
Caderno de textos: Maria Sequeira Mendes, Nuno Fonseca, Pedro Faro
Caderno de imagens: Mariana Sá Nogueira
Apoios: Câmara Municipal de Lisboa, Junta de Freguesia da Misericórdia, MadStunts, Optec
Coprodução: Cão Solteiro Teatro, São Luiz Teatro Municipal
Companhia financiada pela República Portuguesa. Cultura – Direcção Geral das Artes e Câmara Municipal de Lisboa
 

descarregar (9).jpg

Matriz, de Cão Solteiro & José Maria Vieira Mendes
MATRIZ é um projecto desenvolvido com o dramaturgo José Maria Vieira Mendes e que
parte do desejo de dar centralidade à colaboração iniciada em 2012, contando com as interpretações, em palco, de Patrícia da Silva e Paula Sá Nogueira.
 A palavra matriz pressupõe a existência de um modelo original, a partir do qual se produzem
réplicas perfeitas ou se cometem erros.
No caso específico do trabalho do actor, que fissuras se abrem entre o texto original escrito e
o texto dito?
O que acontece nessas fissuras, que divergências, que formas, que outros discursos?
 MATRIZ não está na sala de espetáculo, mas fora dela, à procura de aparecer, impedido por
duas figuras que resistem a um olhar que as esconda e a uma palavra que as ignore.

Criação: Cão Solteiro, José Maria Vieira Mendes, Patrícia da Silva
Em cena: Patrícia da Silva, Paula Sá Nogueira
Texto: José Maria Vieira Mendes.
Figurinos: Mariana Sá Nogueira
Cenografia: Vasco Araújo
Luz: Daniel Worm D’Assumpção
Produção e Fotografia: Joana Dilão | Cão Solteiro

Os bilhetes para DOISMILEVINTEEDOIS custam entre 12€ e 15€ (mais descontos) e estão à venda na BOL e no Teatro São Luiz e os bilhetes para Matriz custam 7€ (com descontos) e estão à venda na BOL e no TAGV. 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.