Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Casa-Museu Medeiros e Almeida a nu com exposição UNKNOWN

 

De 30 de setembro a 16 de outubro

Anzhelika Ishkova expõe o nu feminino em fotografias a preto e branco

 

CASA-MUSEU MEDEIROS E ALMEIDA

A NU COM EXPOSIÇÃO UNKNOWN

 

image004.jpg

 

O corpo feminino e a sua nudez são apresentados pelas lentes da câmara fotográfica de Anzhelika Ishkova, na busca por uma imagem pura deste universo. A fotógrafa russa apresenta 33 fotografias a preto e branco na Galeria de Exposições Temporárias da Casa-Museu Medeiros e Almeida, em Lisboa, entre 30 de setembro e 16 de outubro de 2015.

 

A escolha do preto e branco é confinada à apresentação técnica característica da fotografia nos anos 20, e o nu como resultado final desta obra visa desafiar a liberdade de expressão altamente retraída nesse período da história.

 

Desafiada pela influência e vivência na antiga União Soviética, Anzhelika Ishkova revela: «UNKNOWN é o resultado desta inspiração e processo de retrocesso técnico, intrinsecamente vincado pela investigação e focado num único padrão: A visão depurada da mulher, nas suas mais puras formas.»

 

As imagens desta fotógrafa russa, organizadas em diversas sequências, podem-se considerar na fronteira entre a abstração e a figuração, recorrendo a múltiplas combinações de movimentos corporais que se aproximam das categorias formais do barroco; certa movimentação conseguida pelo predomínio das linhas diagonais, os contrastes claro e escuro. De considerar ainda, numa leitura psicológica, as curvas, a sinuosidade e a torção reveladoras de sensações com uma certa sensualidade, ambiguidade e até vulnerabilidade.

 

De acordo com Teresa Vilaça, diretora da Casa-Museu Medeiros e Almeida: «O nu feminino encontra nas imagens de Anzhelika Ishkova uma inovação que faz recordar o olhar do americano Edward Weston (1886–1958) que teve um papel fundamental no nascimento da fotografia moderna nos anos 20.» Para a responsável, na atualidade, esta exposição encontra ainda pontos em comuns com “Bodyscapes” do compatriota Anton Belovodchenko, «na visão depurada do corpo feminino».

 

 

UNKNOWN

Morada e horário Casa-Museu Medeiros e Almeida

Rua Rosa Araújo, 41

Lisboa

Tel. (+351) 21 354 78 92

www.casa-museumedeirosealmeida.pt

De 2.ª a 6.ª feira das 13H00 às 17H30

Sábados das 10H00 às 17H30

Encerra aos domingos

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.