Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

CCB | concerto dedicado à fascinante temática do «tempo» | O COMEÇO E O FIM DOS TEMPOS pelo DSCH > 28 novembro, domingo, 17h00

O Começo e o Fim do Tempo

DSCH – Schostakovich Ensemble

Piano e direção artística Filipe Pinto-Ribeiro

Clarinete  Pascal Moraguès

Violino Esther Hoppe

Violoncelo Christian Poltéra

 

CCB . 28 novembro . domingo . 17h00 . Pequeno Auditório

image003.jpg

Programa

Eurico CarrapatosoPour la Fin, pour mon Commencement (2021) *estreia em Portugal

Joaquín TurinaCírculo Op. 91 (1936)

Olivier MessiaenQuatuor pour la Fin du Temps (1941)

 

O DSCH – Schostakovich Ensemble apresenta um concerto com três obras dedicado à fascinante temática do «tempo». De Eurico Carrapatoso, compositor galardoado com o Prémio de Composição DSCH – Schostakovich Ensemble 2021, será interpretado o quarteto Pour la Fin, pour mon Commencement, em estreia em Portugal. Seguir-se-á Círculo, o opus 91 do compositor espanhol Joaquín Turina, também apelidado Trio Fantástico e que reflete o percurso «circular» do tempo durante um dia. Para terminar o concerto, o DSCH – Schostakovich Ensemble interpretará uma das obras mais icónicas do século XX, o Quarteto para o Fim do Tempo, de Messiaen, composta e estreada num campo nazi de prisioneiros, tendo como pano de fundo os horrores e tragédias da II Guerra Mundial e a esperança de ultrapassar esse «tempo» apocalíptico.

 

Para este concerto do DSCH – Schostakovich Ensemble, o seu diretor artístico e pianista, Filipe Pinto-Ribeiro, conta com a companhia de três dos mais aclamados músicos do nosso «tempo»: o clarinetista francês Pascal Moraguès, a violinista Esther Hoppe e o violoncelista Christian Poltéra.