Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Cendrev acolhe alunos do 3.º ano da licenciatura em teatro da Escola de Artes da Universidade de Évora: 7 dias/7 Projetos+1 de teatro

O CENDREV - Centro Dramático de Évora acolhe três espetáculos dos alunos do 3º ano da licenciatura em teatro da Escola de Artes da Universidade de Évora, que se encontram na fase final do seu percurso de formação.

Durante esta fase os alunos conceberam e desenvolveram um projeto performativo que lhes conferiu a total liberdade e responsabilidade nas suas escolhas estéticas e artísticas.

Apesar dos projetos assentarem num processo de autonomia estes são supervisionados pelos docentes de várias áreas.

Assim, e com o objetivo de demonstrar e partilhar com a comunidade os seus projetos, o departamento de artes cénicas vai realizar um evento denominado “7 Dias/7 Projetos +1 de Teatro” que se realizará durante o período de 30 de junho a 06 de julho de 2015, em Évora. “+1”Refere-se ao espetáculo organizado pelo Grupo de Teatro Suspensório Produções Artísticas do Brasil que o departamento de Artes Cénicas acolheu e que integrará também este evento.

 

Os espetáculos no Teatro Garcia de Resende realizar-se-ão nos seguintes dias:

 

E SE NOS PERGUNTASSEM O QUE HÁ DENTRO DESSAS COVAS? A partir de “A Lição” de Eugene Ionesco

 DIA 02 JULHO | 16H00

O que é a morte? Transfiguração ou estagnação? O que fazer com ela?

Desafiar as suas leis ou nem a questionar, visto que acabaremos sempre numa cova?

Um espetáculo cuja criação e interpretação são dos alunos(as) :Fábio Sousa, Patrícia Rocha, Paulo Roque e Sofia Martelo

 

 

 

 

 

COMO QUISEREM…E QUANDO QUISEREM A partir de “As Vedetas”, de Lucien Lambert

DIA 03 JULHO | 21H30 e DIA 04 JULHO | 16H00

Vedetismo. Sucesso. Trabalho. Dedicação. Vida. São estas algumas das palavras-chave que caracterizam As Vedetas. Numa tentativa constante de ser mais e melhores, as personagens debatem-se num percurso de amizade/rivalidade.

Um espetáculo cuja criação e interpretação são das alunas  Ana de Oliveira e Carolina Zeferino Arruda

 

 

 

 

 

DEJÁ VU A partir de “Há tanto tempo”de Harold Pinter

Quando o passado emerge sem convite no presente, pode tornar-se uma ameaça ao futuro. O passado permanece perigosamente conhecido e desconhecido, as memórias são armas e instrumentos de persuasão. Sendo que a memória autobiográfica é um processo que está em constante reconstrução.

Um espetáculo cuja criação e interpretação são dos alunos(as) :Hélio Pinho, Isabel Godinho e Isabel Sousa

 

 

 

Espectáculos de entradas gratuitas mediante levantamento prévio de bilhete.

 

Informações e reservas: 266 703 112