Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Cendrev | Viva o Teatro! Venha ao Teatro. | Março

cabecalhoMAR1.jpg

 

27 de Março é o Dia Mundial do Teatro.
Desse Teatro da criação, dos risos, da magia e das emoções ao vivo. Também desse Teatro que mesmo em tempos de crise se recusa a sair de cena. 
Nesse e nos outros dias celebre o Teatro, venha ao Teatro.



DIA MUNDIAL DO TEATRO – ESPECTÁCULO GRATUITO

BONECOS.jpg

“Bonecos de Santo Aleixo” – Auto da Criação do Mundo, Cendrev

Com estes pícaros e divertidos bonecos o advertimento é garantido. Por onde passam há risos, gargalhadas e o Mestre Salas, com a sua língua afiada, põe fim a qualquer mau humor.
Os Bonecos de Santo Aleixo são marionetas de varão que se apresentam num palco em miniatura, com cenários de cartão e iluminação a candeias de azeite. Os textos e as cantigas são acompanhados pelo som da guitarra portuguesa.
Se ainda não viu ou quer rever este admirável espectáculo, que preserva a tradição e originalidade de outros tempos, venha ao teatro! Venha ao Teatro Garcia de Resende e assista gratuitamente ao Auto da Criação do Mundo.


 Teatro Garcia de Resende – Évora 
 Dia 27 de Março – às 21h30 
 Entrada gratuita, mediante levantamento de bilhete 


FICHA TÉCNICA
actores-manipuladores Ana Meira, Gil Salgueiro Nave, Isabel Bilou, José Russo, Victor Zambujo | acompanhamento musical Gil Salgueiro Nave.

ESPECTÁCULO EM DIGRESSÃO

EMBARCACAO.jpg

 “Embarcação do Inferno”
uma co-Produção do Centro Dramático de Évora e A Escola da Noite


A Embarcação do Inferno vai aportar no Barreiro. 
Uma vez mais as duas companhias apresentam aos espectadores esta peça da obra maior de Gil Vicente. Um espectáculo onde “ficamos em condições de problematizar temas de sempre: Morte e Vida, Mal e Bem, Ter e Poder. E, para tal, nem sequer precisamos de sair completamente do século XXI. Com os pés assentes no nosso tempo, bastará alongar o ouvido e apurar a visão para escutar a sensibilidade e a moral de um outro tempo que, afinal, não está ainda tão afastado de nós como pode parecer.”


“Embarcação do Inferno”

 Auditório Municipal Augusto Cabrita – Barreiro 
 Dia 29 de Março – às 14h30 para grupos escolares 
 Dia 30 de Março – às 10h30 para grupos escolares e às 21h30 para o público em geral 


Oficina para professores
 Dia 28 de Março (terça-feira) – das 18h00 às 21h00 
 Dia 30 de Março (quinta-feira) – das 17h30 às 20h30 


Conferência sobre Gil Vicente, apresentada por José Augusto Bernardes
 Dia 29 de Março – das 18h30 às 20h00 

FICHA TÉCNICA 
texto Gil Vicente | encenação António Augusto Barros e José Russo | interpretação Ana
Meira, Igor Lebreaud, Jorge Baião, José Russo, Maria João Robalo, Miguel Magalhães, Rosário Gonzaga, Rui Nuno
| cenografia João Mendes Ribeiro, Luísa Bebiano | figurinos, bonecos e imagem gráfica Ana Rosa Assunção | música Luís Pedro Madeira | desenho de luz António Rebocho | consultadoria científica José Augusto Cardoso Bernardes | consultadoria de esgrima Henrique Guerra | assistência de encenação Sofia Lobo | direcção de montagem António Rebocho, Rui Valente | operação de luz e som António Rebocho, José Diogo | direcção de cena Miguel Magalhães | fotografia Paulo Nuno Silva | construção e montagem de cenário António Rebocho, Carlos Figueiredo, Paulo Carocho, Tomé Antas, Tomé Baixinho | execução de figurinos Maria do Céu Simões | produção executiva e secretariado Ana Duarte, Cláudia Silvano, Pedro Rodrigues | comunicação e colocação de espectáculos Alexandra Mariano, José Neto, Pedro Rodrigues | Duração 60’ | Público M12


EXERCÍCIO ESPECTÁCULO

ADORMECIDOS(1).jpg

 

“Adormecidos”, exercício final dos alunos do Curso Profissional de Artes do Espectáculo - Interpretação da Escola Secundária André de Gouveia.

Este projecto implica o envolvimento de uma turma de alunos finalistas que vão realizar a sua formação em contexto de trabalho no Teatro Garcia de Resende, com orientação de uma actriz da companhia e a colaboração de especialistas na área da cenografia, música e iluminação.
Sobre “Adormecidos” dizem-nos que “O medo de ser livre provoca o orgulho em ser escravo”, posto que para gozar a liberdade é preciso coragem para se arriscar no terreno das incertezas e da luta. E, assim, temos preferido permanecer na caverna, orgulhosos das nossas sombras. O grande problema nisso é que acostumado a viver numa gaiola, quando se é livre perde-se a capacidade de voar, pois as correntes que nos prendem são criadas pelas nossas mentes, de forma que mesmo fora da caverna, continuamos prisioneiros de uma mente que se acostumou a ser covarde e preferiu acreditar na contradição de que ser escravo era o maior acto de liberdade.

 Dias 29, 30 e 31 de Março – às 21h30 
 Entrada gratuita, mediante levantamento de bilhete 

FICHA TÉCNICA 
direcção artística Maria Marrafa | director do curso Carlos Alves | cenografia e figurinos Helena Calvet | iluminação Manuel Abrantes | movimento Margarida Abrantes | voz Glória Costa Silva | elenco Adriana Paixão, Álvaro Maldonado, Andreia Fernandes, Bruno David, Carlos Vieira, Carina Umbelino, Cláudia Lima, Diana Linguiça, Patrícia Vicente, Pedro Pimpão, Raquel Santos, Sofia Carvalheira (Alunos do Curso Profissional de Artes do Espectáculo – Interpretação da Escola Secundária André de Gouveia).
 

 


BILHETEIRA
Informações e Reservas: 266 703 112 | Email: geral@cendrev.com

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.