Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Ciclo de Cinema Social e Solidário na MANIFesta

 

 

O Ciclo de Cinema Economia Social e Solidária é recebido, dias 9 e 10 de novembro de 2016, pela MANIFesta – Assembleia, Feira e Festa do Desenvolvimento Local e da Economia Social e Solidária promovida pela associação ANIMAR (programa aqui), em Vila Nova de Gaia. O programa contempladois filmes premiados: a curta-metragem turca “Gente Extraordinária“, de Orthan Tekeoglu (legendado em português), dia 9, e o documentário brasileiro “Palmas”, de Edlisa Peixoto, dia 10. As duas sessões serão exibidas na cooperativa 3+ arte, às 21h00, no Largo Joaquim Magalhães, 12, Cais de Gaia, com entrada gratuita. O Ciclo de Cinema Economia Social e Solidária passará ainda por Lisboa, com programa a aguardar confirmação.

 

9 DE NOVEMBRO, 21H00 - GENTE EXTRAORDINÁRIA, de ORTHAN TEKEOGLU

TURQUIA | 2015 | 30’ | leg. em PORTUGUÊS | Vencedor do Prémio SUSY - Economia Social e Solidária

As pessoas que habitam a costa turca do Mar Negro, com as suas tradições, o seu estilo de vida único e as suas invulgares soluções práticas de vida, podem provocar uma reflexão profunda ou acessos de gargalhadas.

 

10 DE NOVEMBRO, 21H00 – PALMAS, de EDLISA BARBOSA  PEIXOTO

BRASIL | 2014 | 56’  | Vencedor do Prémio IX Edital Ceará de Cinema e Vídeo da Secretaria de Cultura do Estado do Ceará

A história de uma comunidade isolada de Fortaleza, Ceará, que resolveu atacar os problemas socioeconómicos dos habitantes do bairro criando o seu próprio dinheiro, o PALMAS. E um Banco: o primeiro banco comunitário Popular do Brasil. O Banco Palmas.

 

 

 

facebook.com/economiasocialesolidaria

 

O Ciclo de Cinema Economia Social e Solidária exibe filmes da 10º edição do Festival local de cinema Terra di Tutti – Resenha cinematográfica de documentários e cinema social do sul do mundo, criado em Bolonha, Itália, pelas organizações COSPE e GVC, em 2007. A edição do Festival de 2016 teve um enfoque particular em modelos e experiências de economia social e solidária (ESS), colocando no centro as pessoas e o ambiente, a promoção do desenvolvimento económico igualitário e redistributivo. Neste contexto, o projeto SSEDAS/SUSY – Economia Social e Solidária, cofinanciado pela União Europeia e coordenado em Portugal pelo Instituto Marquês de Valle Flôr (IMVF), promove alguns dos seus filmes mais emblemáticos, sensibilizando o público para esta temática.