Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Cientistas e deputados debatem acesso à água para gerir a mudança

cafedeciencia_2019.jpg

 

No dia 3 de Abril, quarta-feira, às 18.00, cientistas, deputados, especialistas de organizações não-governamentais e de instituições públicas debatem o tema da água e quais as mudanças imperativas no seu acesso, na 18.ª edição do Café de Ciência na Assembleia da República.

A água, meio e agente de processos biológicos fundamentais, é essencial para a vida. Mais, a água é essencial para a vida com qualidade: para higiene e saneamento, para desenvolvimento económico, para lazer e cultura. Mas o acesso a água está longe de ser um dado adquirido, devido às alterações climáticas, à degradação do ambiente, a conflitos locais e internacionais, ao sobreconsumo e à má gestão.  

Um debate sobre este tema implica reflectir sobre direitos de acesso e a distribuição equitativa de água limpa entre indivíduos, grupos, regiões ou mesmo países. Enfim, implica reflectir sobre participação, deliberação democrática e transparência governativa.

Criado em 2005, o Café de Ciência na Assembleia da República contribui para o debate sobre temas da actualidade entre investigadores, deputados, empresários e representantes da sociedade civil. É uma organização conjunta da Ciência Viva, da Comissão Parlamentar de Educação e Ciência e da comunidade científica.



A sessão será transmitida em directo via streaming em www.cienciaviva.pt

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.