Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

coletivo "MULHERES COM ARTE" - Inauguração exposição dia 08 março no Palacio Baldaya em Lisboa

cartaz_evento.png

 

No dia 08 de março, pelas 18:30h inaugura a exposição do coletivo “MULHERES COM ARTE” e que conta com as intervenções dos seguintes artistas de outras áreas:

 

  • LUÍSA FRESTA – Escritora
  • ONDINA FERREIRA – Escritora.
  • MÁRIO MÁXIMO – Escritor / Poeta
  • NANA REBELO – Escritora
  • MARGARIDA MARCELINO – Artista do coletivo que também canta e toca harpa.

 

COLETIVO:

O coletivo “Mulheres com Arte” surgiu na Galeria Beltrão em virtude de ser o local onde todos os seus elementos se cruzaram e se conheceram.  O convite para formar o grupo foi feito pela Ildebranda Martins, que trabalha na Galeria e que, acabou por ser o elemento comum a todos os seus membros.  Entre algumas já havia uma relação de amizade antiga e entre outras havia apenas cumprimentos formais e noção geral do trabalho artístico desenvolvido por cada uma.

Da sua constituição inicial, Alice Diniz, Armanda Alves, Clara Ribeiro, Geny Pitta,

Ildebranda Martins, Margarida Marcelino, saiu a Elena Valsecchi,

Cada uma de nós representa uma forma diferente de fazer arte.

A Ildebranda Martins, apresenta-se com instalações em manequins e colagens s/telas, a Armanda Alves com pintura s/tela de influências africanas, a Clara Ribeiro com escultura em pedra de tendências minimalistas, a Geny Pitta com pintura de influências orientais e por vezes instalações, a Margarida Marcelino com Bijuteria artesanal de autor e agora, mais recentemente, com pintura s/tela de tendências figurativas.

Desta vez, em virtude da exposição se realizar no dia da Mulher e em parte também porque o nome do grupo feminino já constituir uma marca, decidiu-se atribuir à exposição a designação do coletivo, “MULHERES COM ARTE”.

A Exposição estará patente até 29 de março.

 

ESPAÇO EXPOSITIVO:

Consta que o Palácio Baldaya terá sido construído em 1840 e, durante alguns anos, acolheu o Laboratório Nacional de Investigação Veterinária. Depois de 100 anos encerrado voltou a abrir portas a 1 de setembro de 2018 e deste então que tem recebido muitas atividades culturais e recreativas.

A entidade que recuperou o edifício, que o gere e dinamiza é a Junta de Benfica.

 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.