Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

COMEÇA A TEMPORADA DOS TUBARÕES NO DISCOVERY CHANNEL

 

 

Afiaram as mandíbulas e estão preparados para atacar. Os tubarões mais extraordinários, mortíferos e desconhecidos que habitam os nossos oceanos chegam em setembro ao Discovery Channel para mostrar aos espetadores porque são os reis do mar. a partir de 5 de setembro, e durante todo o mês, o Discovery Channel vai até ao fundo do mar para oferecer os documentários mais reveladores sobre esta temida criatura.

 

Desde o grego Heródoto e as 20.000 léguas submarinas de Julio Verne até ao “Tubarão” com que Spielberg espalhou o terror no grande ecrã. Os tubarões são um dos animais mais representados no cinema e na literatura e são, de longe, os mais estigmatizados. No entanto, o mediatismo que estes peixes milenares despertam nem sempre corresponde à sua natureza. Em setembro, o Discovery Channel submerge ao fundo dos oceanos para celebrar “SHARKTEMBER”, uma compilação dos mais relevantes documentários sobre tubarões que vão protagonizar a programação do canal durante todo o mês.

 

A partir de dia 5, e ao longo de seis semanas, nadaremos na companhia de tubarões para aprender como vivem e como matam, desmontamos mitos e iremos descobrir a verdadeira face de um dos animais mais temidos pelo Homem. Com todo o rigor científico, e a experiência de investigadores, pescadores e outros especialistas, todas as sextas-feiras a partir das 21h00, chega ao Discovery Channel um festim de mandíbulas, sangue e terror debaixo de água com a emissão de doze títulos de referência para os fãs deste animal. Para além disso, os especiais

sobre os tubarões serão transmitidos às tardes e horário nobre de segunda a sexta-feira e em forma de maratona aos fins de semana.

 

Sexta-feira 5 de setembro, às 21h00, inauguramos o mês do mar com a estreia de “Tubarão Submarino”, onde iremos reviver o pânico de um grupo de passageiros num barco de observação de baleias que fica preso em águas infestadas de tubarões. Como se não bastasse aparece em cena o “Submarino”, o maior tubarão branco alguma vez avistado.

 

Uma semana depois, dia 12, teremos jornada dupla com a emissão de “Tubarões à espreita” (21h00) e “Tubarão: em busca de Colossus” (22h00). Em ambos os programas, o protagonista indiscutível é o tubarão branco, uma espécie de tubarão que come onze toneladas de alimentos por ano, uma quantidade que cobre a sua verdadeira dimensão se tivermos em conta que um ser humano ingere menos de meia tonelada no mesmo tempo. Em “Tubarões à espreita”, acompanhamos o biólogo marinho Greg Skomal a uma ilha remota do pacífico que é considerada como o local onde estão aos maiores exemplares do tubarão branco. A sua missão? Filmar como caçam estes perigosos tubarões. Seguimos depois a odisseia de um grupo de especialistas em “Tubarão: em busca de Colossus”, um super predador com o qual não existe qualquer contacto visual desde 2011.

 

Sabia que a cor da sua roupa ou a temperatura da água onde está a tomar banho podem determinar que seja mais ou menos apetecível para um tubarão? Em “Eu também sobrevivi a um tubarão” (19 de setembro às 21h00) irá descobrir as histórias impressionantes de pessoas que ficaram cara a cara com os predadores mais temidos do oceano e que tiveram a sorte de sobreviver a uma morte certa. Às 22h00 do mesmo dia ficamos a conhecer “Tubarão Zombie”, um especial que nos fala de uma teoria que promete imobilizar estes tubarões.

 

Os tubarões que vivem nas águas mais profundas (a mais de 300 metros de profundidade) são autênticos desconhecidos dos investigadores. Sabe-se muito pouco sobre a sua biologia, distribuição e tamanho da população de tubarões nas águas profundas. A pouca informação disponível sugere que estes tubarões são extremamente vulneráveis ao aumento do número de animais apanhados pelos pescadores, e correm o risco de verem o seu número diminuído se não houver uma melhoria na sua reprodução. Nesta programação especial dedicada aos temíveis tubarões, o Discovery Channel pretende dar mais algumas luzes sobre este tema e recorre aos últimos estudos em torno destes grandes predadores na próxima sexta-feira dia 26 de setembro. A emissão começa às 21h00 com “Tubarão Alien”, um especial de uma hora onde ficamos a conhecer Paul Clerkin, um investigador de tubarões de profundidade. Este especialista leva-nos pelos mares de Madagáscar para documentar um impressionante grupo de tubarões bio luminescentes, o último grupo conhecido em todo o mundo.

 

Logo depois, o especial “O tubarão das profundezas” (22h00) investiga a lenda de “Submarino” um enorme tubarão branco que habita nas águas da África do Sul. Diz-se que este tubarão de 10 metros é o maior tubarão branco de todos os tempos. Os moradores acreditam que este animal é responsável por inúmeros ataques mortais, no entanto a sua existência não foi ainda comprovada. Este documentário explora as provas e coloca a pergunta chave: O Submarino existe mesmo?

 

A 3 de outubro às 21h00 passamos ao lado mais lúdico da observação de tubarões, acompanhando uma equipa de fotógrafos à África do Sul na esperança de fotografar um grande tubarão branco num ângulo nunca antes visto. O especial “Tubarão branco: a foto impossível” leva-nos ao mundo das fotografias mais perigosas que existem. Logo depois, às 22h00 em “Ataque de tubarões” ficamos a conhecer os tubarões mais perigosos do mundo com base no tipo de ameaça para o ser humano.

 

Finalmente, sábado 4 de outubro, tripla sessão sobre tubarões com a emissão de três títulos emblemáticos do Discovery Channel. Começaremos às 20h05 com “A lenda do Megalodonte”, um documentário sobre o mito de um enorme e extinto tubarão que viveu há 1.500.000 anos e que, segundo opiniões recentes de alguns especialistas, é possível que ainda exista. Apenas conhecemos 5% dos oceanos pelo que a possibilidade de este predador pré-histórico ter permanecido oculto é real.

 

Como se reproduzem os tubarões é uma das características que mais estranheza causa aos cientistas de todo o mundo. O período de gestação de uma fêmea grávida pode variar entre os cinco meses e os dois anos e algumas espécies, como o tubarão tigre, têm dois úteros diferentes, o que lhes permite dar à luz várias crias. No especial “Assim nasce um predador” (21h00) que o Discovery Channel reservou para a noite de sábado, ficaremos a conhecer muito mais sobre a origem destas criaturas marinhas. A partir das investigações de Michael Domeier viajaremos em busca das águas onde o grande tubarão branco acasala e ficaremos a conhecer as conclusões que deixaram perplexa grande parte de comunidade científica mundial. Para terminar “SHARKTEMBER”, o mês dedicado aos tubarões, o Discovery Channel propõe que os espetadores embarquem numa expedição em busca do “Tubarão martelo, o predador solitário” (22h00), onde uma equipa de especialistas em tubarões faz uma perigosa viagem a Florida Keys para capturar um mítico tubarão branco, um verdadeiro monstro do qual se diz ter 25 pés de comprimento.

 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.