Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Companhia João Garcia Miguel inaugura Baile do Engate


A primeira edição do Baile do Engate abre portas no Teatro Ibérico, a 29 de Outubro. Uma festa com números de circo, vaudeville, dragqueens, cabaret, streaptease, contorcionistas, criação de cenários, apresentação de bandas, exposições, instalações e vídeos, músicos a instrumentistas, dançarinos, storytellers... Todos têm espaço nesta festa e são permitidas todas as ideias que se enquadrem num contexto de festa e espetáculo, com o tema que aborda o bizarro e o engate.
O Baile do Engate oferece um palco aberto a performances e liveacts de curta duração. Os participantes têm direito a usar o palco durante 5 minutos, para uma mostra dos seus projetos, podendo ultrapassar este tempo se a atuação se conseguir fundir com o decorrer de outras performances à sua volta.
Até dia 16 de Setembro a Companhia João Garcia Miguel está a recolher propostas para a seleção de artistas. No entanto, vai abrir novas candidaturas para os meses de Novembro e Dezembro, dando nova oportunidade a quem não consiga concorrer nesta edição.
Fundada há 13 anos, em 2003, a Companhia João Garcia Miguel é uma companhia de criação artística contemporânea que pesquisa o desenvolvimento artístico e criativo em artes performativas, exploradas no teatro. João Garcia Miguel iniciou a sua carreira profissional na década de 80 e foi um dos fundadores dos coletivos Canibalismo Cósmico, Galeria Zé dos Bois e OLHO – Associação Teatral que dirigiu entre 1991 e 2002. Em 2008 abraça o cargo de diretor artístico do TeatroCine de Torres Vedras. As suas criações foram por várias vezes distinguidas e premiadas, sendo a mais recente em 2014 com o Prémio SPA para o Melhor Espetáculo de Teatro, com a peça Yerma.