Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Concertos ZAP MAMA e ELIDA ALMEIDA (data extra) | Fevereiro | CICLO MUNDOS 2018 - Uma proposta musical intercultural, intergeracional e universalista | Lisboa | Fundação INATEL

image004.jpg

 

CICLO MUNDOS 2018 – Fundação INATEL

Uma proposta musical intercultural, intergeracional e universalista

 

A riqueza da Terra está na diversidade da natureza e da cultura 

 

Em 2018, no âmbito de uma parceria global com o Festival Músicas do Mundo de Sines, a Fundação INATEL vai promover no Teatro da Trindade INATEL, a terceira edição do Ciclo Mundos, iniciativa musical que, ao abrir caminho e dando espaço e lugar à World music, também protagoniza uma atitude que reflete e representa os valores e os grandes propósitos que enquadram a actividade da Fundação. 

 

Este encontro da Fundação INATEL com o FMM Sines pretende gerar sinergias e oferecer ao público uma proposta musical intercultural, intergeracional e universalista, com fortes raízes nas culturas populares, numa Lisboa que é a privilegiada de uma multiculturalidade sem limites, na salvaguarda e divulgação do património cultural imaterial, reafirmando e projetando o seu respeito pelas tradições culturais portuguesas e internacionais. É neste contexto tão propício que, sob a forma de concerto, até Novembro, serão proporcionados 10 eventos com artistas de 10 diferentes nacionalidades, várias culturas e raízes musicais distintas.   

 

Pois bem, esta é uma altura por excelência para reafirmar que habitamos um mundo global onde o multiculturalismo é inevitável e indiscutível. Viver numa sociedade multicultural é viver sem descriminação, num contexto onde todas as culturas são aceites, bastando que, para o efeito, sejam respeitados os grandes princípios civilizacionais comuns a todas as culturas.

 

Esta Lisboa, que, desde sempre, teve uma histórica vocação como ponto de encontro de culturas e civilizações, ainda mais se tem tornado num dos lugares mais propícios ao encontro dos novos mundos, onde cada esquina se abre para uma diversidade sociocultural e multicultural que ultrapassa quaisquer fronteiras físicas e mentais.

 

Não será demais sublinhar que, a cada dia que passa, a Fundação INATEL contribui, mais e mais, para o crescimento e desenvolvimento de um bem-estar individual que é vivenciado nos valores e objetivos que a definem, no quadro de uma economia social que caminha, de mãos dadas, com a diversidade cultural. É assim que cumpre a sua missão, qual seja a de estar presente e ativa num mundo global e cultural que começa aqui, ao seu lado, na sua, na nossa comunidade, neste lugar geométrico de encontro que é o Ciclo Mundos.

 +