Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Conferência Unearthing the Music - Creative Sound and Experimentation under European Totalitarianism, Lisboa 15-16 Fevereiro

15 Corners 2.jpg

 

OUT.RA – Associação Cultural (entidade responsável pela organização do OUT.FEST – Festival Internacional de Música Exploratória do Barreiro) apresenta, em conjunto com o Goethe Institut em Portugal, um evento que assinala o final do projecto Unearthing the Music: Creative Sound and Experimentation under European Totalitarianism, financiado pela União Europeia ao abrigo da iniciativa Europe for Citizens, e no âmbito do qual desenvolveu, ao longo de um ano, uma recolha de materiais audiovisuais relacionados com a música experimental no leste europeu entre os anos de 1957 e 1989.
 
Durante dois dias (15 e 16 de Fevereiro), o espaço do Goethe, em Lisboa, recebe conferencistas, músicos e filmes que abordarão várias das realidades associadas à criação musical de vanguarda nos regimes socialistas europeus – desde a contracultura punk aos estúdios experimentais das rádios estatatais, passando pelos espaços de criação e exibição alternativos e não-oficiais e os mais vários obstáculos à livre expressão artística e pessoal sentidos pelos artistas da altura.
 
O programa inclui intervenções de jornalistas como Chris Bohn e Tony Herrington (da revista britânica The Wire), músicos como Alexei BorisovIvan BierhanzlChris Cutler ou Carlos Zíngaro e investigadores e académicos como Pavla Jonssonova (da Universidade Anglo-Americana de Praga) ePaula Guerra (do Instituto de Sociologia da Universidade do Porto). 
 
Em palco apresentar-se-ão os Ornament & Verbrechen (dos irmãos Robert & Ronald Lippok), “a mais conhecida das bandas desconhecidas de Berlim-Leste” e o grupo formado por Ivan Bierhanzl e Ivan Acher – membros da Agon Orchestra, que com os convidados Chris Cutler, Vìtor Rua, Carlos Zíngaro e Manuel Guimarães apresentará temas da icónica banda checa The Plastic People of the Universe, uma das mais reconhecidas figuras do movimento underground na Europa socialista das décadas de 70 e 80.
 
Serão ainda exibidos os documentários “Behauptung des Raums - Wege unabhängiger Ausstellungskultur in der DDR”, subordinado aos espaços não-oficiais de apresentação artística na Alemanha de Leste, “15 Corners of the World”, sobre o compositor polaco Eugeniusz Rudnik, “East Punk Memories”, sobre a cena punk na Hungria dos anos 80, e “Elektro Moskva”, dedicado à evolução da música electrónica na URSS.
 
O evento é de entrada livre, e o programa completo e mais detalhes sobre o projecto podem ser encontrados em www.umcseet.eu/lisbon-conference/