Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

CONSTELAÇÕES | Êxito regressa à Sala Vermelha a 9 de Setembro @ Teatro Aberto

Constelações_foto%20ensaio6 (2).jpg

 

No dia 9 de Setembro, o espectáculo Constelações, com texto de Nick Payne e encenação de João Lourenço, regressa ao Teatro Aberto. O êxito alcançado na curta série de representações no passado mês de Julho, levou a companhia do Teatro Aberto a abrir a programação da temporada 2016/2017 com o regresso desta peça.

 

 

Estaremos em cena de 9 de Setembro a 30 de Outubro.

 

Um dos pontos de partida para a escrita deste texto foi a descoberta ocasional, por parte do autor Nick Payne, de um documentário sobre o universo, em que eram expostas teorias da Física moderna, como a relatividade geral, a mecânica quântica, a teoria das cordas e a teoria dos multiversos. O outro ponto de partida para a escrita de Constelações foi um documentário sobre a vida das abelhas e a apicultura.

 

Li num artigo que o Einstein em 1949 avisou que no dia em que as abelhas desaparecessem da face da terra o ser humano só teria mais quatro anos de vida. Se não houver mais abelhas não há mais polinização, não há mais plantas, não há mais animais, não há mais seres humanos.

Rodrigo, Constelações

 

SINOPSE

Um homem e uma mulher conhecem-se, apaixonam-se, vivem juntos, separam-se, reencontram-se, reconciliam-se, ou talvez não. Talvez tudo seja, possa ter sido ou venha a ser diferente, conforme as circunstâncias com que se deparam e as escolhas que fazem ou deixam de fazer. Nos múltiplos universos paralelos em que estão, há múltiplas variantes da sua história de amor: talvez nunca mais se voltem a ver ou talvez fiquem juntos até que a morte os separe.

Seguindo uma tese da física teórica, segundo a qual há mais do que três dimensões do espaço e uma dimensão do tempo, Constelações mostra-nos um multiverso onde a vida assume uma miríade de formas em simultâneo e todos os futuros são possíveis. Mas será que aquilo que acontece depende das nossas decisões? Será que depende do acaso? Ou de algo mais que não se vê e não se conhece?

 

FICHA ARTÍSTICA

Versão João Lourenço | Vera San Payo de Lemos

Dramaturgia Vera San Payo de Lemos

Encenação João Lourenço

Cenário António Casimiro | João Lourenço

Figurinos Dino Alves

Luz Alberto Carvalho | João Lourenço | Marcos Verdades

Vídeo Luís Soares

Dança a Par João Fanha | Raquel Santos  

COM Joana Brandão | Pedro Laginha  

 

 

 

LEITURAS_PROGRAMA EDUCATIVO

http://www.teatroaberto.com/ml/leituras_constelacoes.pdf

 

ESPECTÁCULOS  4ª a Sábado às 21h30  Domingo às 16h 

 

M/12

  BILHETEIRA 4ª a Sábado das 14h às 22h00; Domingo das 14h às 19h  Reservas 213 880 089 ou bilheteira@teatroaberto.com   www.bol.pt | FNAC | ABEP | CTT | El Corte Inglés (Lisboa e Gaia)

  

PREÇOS

Inteiro - 15   €

Jovem (até 25 anos) – 7,5€

Sénior (mais de 65 anos) – 12 €

 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.