Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Construtoras de Futuros: mulheres em acção nas engenharias e tecnologias

dia_internacional_mulher-newsletter.png

 

No Dia Internacional da Mulher, 8 de Março, domingo, haverá Engenheiras em Acção no Pavilhão do Conhecimento. A garagem deste centro de ciência e tecnologia estará transformada num mini-hackathon onde equipas formadas maioritariamente por raparigas - do Agrupamento de Escolas de Santa Iria de Azóia, da EB 2,3 de Vialonga, do Agrupamento de Escolas da Azambuja e da Casa Pia de Lisboa - serão desafiadas a construir e transformar objectos a partir de tralha tecnológica num verdadeiro exercício de engenho e criatividade.
Esta é uma das acções da iniciativa Construtoras de Futuros, promovida pela Ciência Viva que se associa à Ministra de Estado e da Presidência, ao Ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior e à Secretária de Estado para a Cidadania e a Igualdade para celebrar o contributo das mulheres na ciência e inspirar as gerações mais novas para percursos académicos e profissionais nestas áreas.

A atribuição dos prémios para os melhores projectos das Engenheiras em Acção acontece às 17.30, na presença de Rosa Monteiro, Secretária de Estado para a Cidadania e Igualdade. Rosalia Vargas, Presidente da Ciência Viva, e a Ministra de Estado e da Presidência, Mariana Vieira da Silva, darão as boas-vindas ao evento.

Portugal é um dos cinco países europeus com mais mulheres nas áreas da ciência e engenharia - cerca de 50%, contra os 41% da média da União Europeia. Mas como promover uma maior participação das mulheres nas engenharias e nas tecnologias?
A pergunta dará o mote ao debate Mulheres Construtoras de Futuros, em formato de Café de Ciência, que juntará à mesma mesa Elvira Fortunato (Directora do CENIMAT - i3N - Centro de Investigação de Materiais), Virgínia Ferreira (Investigadora do CES - Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra e Presidente da APEM - Associação Portuguesa de Estudos sobre as Mulheres), Teresa Ferreira (Directora para a área do Espaço da GMV), Susana Sargento (Directora do Programa Carnegie Mellon Portugal), Elsa Henriques (Administradora Executiva da FLAD - Fundação Luso-Americana para o Desenvolvimento) e Arlindo Oliveira (Instituto Superior Técnico). A moderação estará a cargo de Reginaldo Almeida (Professor da Universidade Autónoma de Lisboa e apresentador do magazine de ciência e tecnologia Falar Global).

Neste dia o Pavilhão do Conhecimento terá a funcionar um balcão de recrutamento para entrevistar potenciais candidatos e candidatas a integrar as equipas da área técnica (TIC e Engenharia) deste centro de ciência. Toda a Rede Nacional de Centros Ciência Viva será mobilizada para desenvolver acções internas que integrem este programa especialmente dedicado às Mulheres na Ciência.

Programa completo em pavconhecimento.pt.



Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.