Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Convite, catalogo da exposição Coletiva "Melodia do Universo" de Ana Gonçalves e Rumi Rilska - de 30/03 a 28/04

No dia 30 de março de 2017, surge na Galeria Beltrão Coelho® uma coleção de duas pintoras de nacionalidades e influências diferentes, mas que, nesta exposição, convergem nas mensagens positivas que emanam das suas telas.  As energias cósmicas que unem as obras de Rumi Rilska e Ana Gonçalves denunciam a presença de uma amizade artística de cores primaveris, que conduzem a consensos subtis.

 

A exposição “Melodia do Universo” inaugura dia 30 de março e estará patente até 28 de abril 2017.

 

 

Biografia de Ana Gonçalves

 

Nasceu no dia 27 de agosto de 1960 em Olhão. Com paixão pela arte desde muito jovem sempre encontrou uma maneira de se expressar através das suas pinturas.   Entre 1982 e 2007, iniciando uma etapa de aprendizagem autodidata, dedica-se à pintura no seu atelier aperfeiçoando conhecimentos e técnicas. Em 2007 surge então o desafio da sua primeira exposição, a qual ultrapassou todas as suas expectativas e lhe abriu novos rumos.

A sua pintura é emocional, ela tenta representar o mundo e os sentimentos segundo uma visão muito pessoal impregnada de cor e movimento que exprime tudo o que ela é. “Eu sou um pássaro voando no azul e mergulhando na imensidão das cores da terra. Eu sou aquilo que pinto.“

Conta no seu curriculum com cinco exposições individuais e diversas coletivas no país e no estrangeiro, nomeadamente na Galeria Monograma, em Roma.

 

 

Biografia Rumi Rilska

 

 

Nasceu na Bulgária, durante o inverno, quando os ramos nus que parecem dormir trabalham em segredo preparando-se para a primavera. Atualmente reside em Lisboa, que considera como uma segunda casa desde há nove anos a esta parte. Nasceu com potencial, com fantasia, com sonhos, nasceu com asas, que usa para voar através da pintura.

 

Sendo uma jovem artista, não diria que tem um estilo ou uma técnica em particular, mas transmite, através das imagens e das cores, o simbolismo que existe em si e no mundo ao meu redor, sente a pintura como uma expressão do amor, como uma meditação mágica

 

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.