Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

CORES E FORMAS EM HARMONIA

 

0018c037-e44b-4c12-8f6d-91273d240d1d.jpg

 


Exposição de Pintura de LAURENTINO CABAÇO
 
Até 10 de fevereiro de 2017
Dias úteis das 8h30 às 17h30
 
Há toda uma geração que conhece o Tino, o professor do Ti-Té, e que não o esquece tal a forma como ficaram marcados, devido à sua entrega e dedicação à arte de ensinar. Mas o Tino também é o Laurentino Cabaço, o pintor que atualmente expõe na EMARP, nascido em 1943 em Zambujal, Loures.
Estas duas personagens da mesma pessoa não se conseguem separar uma da outra, pois de um professor que adora lecionar e em 40 anos de serviço não deu uma única falta, fazia desenhos e poemas nos cadernos dos alunos só poderia sair uma pintura otimista, alegre, luminosa, de traços puros e delicadamente infantis, com contornos naïf.
Após muitos anos de insistência dos alunos, amigos e familiares, em 1978 o Tino fez com que o Laurentino Cabaço realizasse a sua primeira exposição e, a partir daí, o tempo dedicado à pintura e a escultura passou a ser mais constante.
Dono de um leque de interesses muito variado, adorando o mar, este artista autodidata foi praticando vários desportos, desde o paraquedismo ao surf, encenou e dirigiu musicais para crianças, realizou o cartaz e o cenário do 1º Festival da Canção Infantil do Algarve de 1984. Com uma história de vida muito intensa, Laurentino Cabaço tanto pintou com os aborígenes australianos como apoia causas humanitárias, cooperando com entidades de solidariedade a crianças, reinserção social e centros de apoio a reformados e idosos.
Toda esta vivência está patente na exposição que agora está no Atendimento da EMARP, a que o pintor chamou “Cores e Formas em Harmonia”. São quadros pintados com prazer, com uma textura muito própria e onde se combina uma influência tropical com a lua e o sol quase sempre presentes, pormenores como uma pequena flor aqui e ali, uma pauta musical a enquadrar uma figura, as pombas associadas à paz, enfim, são obras que criam uma envolvência repousante e contemplativa.
Visita a exposição até ao próximo dia 10 de Fevereiro e calmamente aprecie a harmonia das cores e das formas proporcionadas pelo Laurentino Cabaço.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.