Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Crianças com paralisia cerebral testam veículo inovador em visita ao Pavilhão do Conhecimento

inmac-mailing.png

 

 

O veículo foi criado através de uma parceria entre uma unidade de investigação e uma empresa com o objectivo de contribuir para a mobilidade das crianças com disfunções neuromotoras graves. A apresentação pública do projecto terá lugar esta quarta-feira, 8 de Julho, às 11.00, no Pavilhão do Conhecimento, na presença do Provedor da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa, Pedro Santana Lopes.

O INMAC (Independent Mobility for All Children) foi produzido pela ANDITEC, uma empresa especializada em tecnologias de apoio a pessoas com deficiência, em colaboração com o CENTIMFE - Centro Tecnológico da Indústria de Moldes, Ferramentas Especiais e Plásticos, com o apoio do Pavilhão do Conhecimento. Trata-se de um veículo com características inovadoras que apoiam a mobilidade independente de crianças com disfunções neuromotoras graves, nomeadamente paralisia cerebral, bem como crianças com défices sensoriais e cognitivos.

Este objectivo foi conseguido através do desenvolvimento de um protótipo industrial de um veículo especial, baseado nos resultados de um projecto ibero-americano (PALMIBER) coordenado pela ANDITEC, e em desenvolvimentos posteriores que levaram ao fabrico de vários demonstradores industriais que estão neste momento aptos a serem utilizados em centros especializados.

Num espaço de exploração e descoberta constante, como é o Pavilhão do Conhecimento, um grupo de crianças portadoras de paralisia cerebral terá a oportunidade de testar as potencialidades do veículo, conduzindo-o autonomamente.

Durante a apresentação no Pavilhão do Conhecimento serão doados dois veículos INMAC ao Centro de Paralisia Cerebral Calouste Gulbenkian, tutelado pela Santa Casa da Misericórdia de Lisboa, e à Fundação LWINI, de Angola, que trabalha no apoio às vítimas civis de minas terrestres.