Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Destaques do Museu de Lisboa

 
 
Convivência(s). Lisboa Plural. 1147-1910
23 Mai 2019
Exposição temporária

PALÁCIO PIMENTA

Exposição que revela o papel das minorias religiosas e dos residentes estrangeiros na construção da imagem de Lisboa, entre a Idade Média e a 1.ª República.

Dessa imensa população que habitou Lisboa, recebendo o rótulo histórico de minoritária, chegaram até hoje impressivos e surpreendentes testemunhos, que sublinham o carácter plural de uma cidade que se fez de rejeição, de segregação e de expulsão, mas também de tolerância, de miscigenação e de integração.

A exposição mostra-nos provas dessa Lisboa multicultural, feita por muçulmanos, cristãos e judeus, mas também por espanhóis, franceses, ingleses, italianos, flamengos, alemães e galegos e pelos africanos da era da escravatura; é mesmo possível falar numa Lisboa africana, paulatinamente mestiça, que caracterizou a cidade, entre os séculos XV e XIX.

Das grandes construções à vivência quotidiana, dos ofícios especializados à definição de bairros, da promoção de obras de arte à atividade livreira, da ocupação e da guerra, ao comércio e à paz cemiterial, não houve praticamente dimensão da existência de Lisboa da qual as comunidades religiosas minoritárias e estrangeiras residentes estivessem ausentes.

Comissários: Paulo  Almeida Fernandes e Ana Paula Antunes

Inauguração: 23 mai 2019, 18h30 (entrada livre, sujeita à lotação)

24 mai - 22 dez 2019, terça-domingo, 10h00-18h00

 

VISITA ORIENTADA: 25 mai, sáb, 15h00

Inscrições: servicoeducativo@museudelisboa.pt

 

 

 

8e5f06a7-f64f-432a-a7e1-619e4eae2ce4.jpg

 

Homenagem a Irisalva Moita
09 Mai 2019 a 11 Mai 2019

PROGRAMA DETALHADO AQUI

 

Colóquio Irisalva Moita: Vida e Obra

Dia 9 (Paços do Concelho), Dia 10 (Sociedade de Geografia)

Inserido no mês de aniversário do nascimento de IRISALVA MOITA (Angola, 21 de maio de 1924), este colóquio pretende homenagear uma figura ímpar da cultura portuguesa, e em particular dos estudos olisiponenses, cuja intensa atividade científica e a vasta obra abrangeram áreas como a arqueologia, a história e a museologia, mas também temas como o culto antoniano, São Vicente, a azulejaria, a obra de Rafael Bordalo Pinheiro, a cerâmica romana entre muitos outros.
Conta com um conjunto de palestras proferidas por investigadores e painéis de comunicações abertas à comunidade científica, que versam sobre a obra, temáticas e locais de estudo abordados por Irisalva Moita.

 Inscrição obrigatória (no Colóquio): teatroromano@museudelisboa.pt | 215 818 530

 

 Lançamento de Fotobiografia

Dia 9, 18h30 - Museu de Lisboa – Palácio Pimenta

No dia 9 pelas 18h30 será apresentada no núcleo sede do Museu de Lisboa uma Fotobiografia de Irisalva Moita, uma edição do próprio Museu, na presença dos autores e entidades parceiras. Trata-se da primeira publicação referente à biografia de Irisalva Moita, em que grande parte das fotografias são inéditas.

Entrada livre

 

Apresentação do Roteiro As Lisboas de Irisalva

Dia 11, 11h – Museu de Lisboa – Teatro Romano

Irisalva teve muitas Lisboas: a Lisboa das suas escavações, dos museus, dos personagens ilustres e de outros menos afortunados que habitaram a cidade. Este roteiro pretende lembrar essas tantas Lisboas e fazer lembrar, na memória de todos, essa Irisalva que descobriu Lisboa.

Entrada livre

 

PROGRAMA COMPLETO HOMENAGEM A IRISALVA MOITA (pdf)

 

Fotografia: Armando Maia Serôdio / AML

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.