Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

DEVIR - Os monstros existem... e são coloridos!!!

Novo lançamento da Devir ajuda as crianças a identificar e expressar as suas emoções

 

OS MONSTROS EXISTEM… E SÃO COLORIDOS!!!

 

Baseado no livro de Ana Llenas, o jogo O Monstro das Cores da Devir é uma viagem ao mundo dos monstros e apresenta uma forma divertida de explicar as emoções às crianças, através das cores. A personagem principal do livro é um monstro que muda de cor consoante o que está a sentir e não consegue perceber o porquê. A sua amiga, a menina, explica-lhe que mudar de cor significa estar alegre, triste, ter medo, estar calmo e sentir raiva.

image001.jpg

 

No jogo O Monstro das Cores, editado agora em Portugal pela Devir, o monstro acorda muito confuso e é preciso separar todas as emoções e “arrumá-las” no local certo. Para isso, é necessário pensar em coisas que o fazem feliz, triste, zangado, com medo ou calmo e, depois partilhar com todos os jogadores um acontecimento, uma memória, um objeto ou um sentimento que o faça sentir a emoção correspondente à cor do espaço do tabuleiro onde está.

 

Cada espaço do tabuleiro d’ O Monstro das Cores tem uma cor diferente, que representa uma emoção, e é identificada por uma cor: amarelo é a felicidade, azul é a tristeza, vermelho é a raiva, preto é o medo e, por fim, verde é a calma. O objetivo do jogo é que todos os participantes trabalhem em conjunto para ajudar o Monstro das Cores a arrumar todas as emoções no lugar certo.

 

O Monstro das Cores é uma ótima ferramenta para ajuda as crianças a identificar e a lidar com as emoções de uma forma positiva. Através do jogo é possível separar as emoções e as crianças são naturalmente capazes de refletir sobre o que causa cada uma dessas emoções e partilhar isso com os outros.

 

 

O MONSTRO DAS CORES

Idade: + de 4anos

Jogadores: 2-6 jogadores

Tempo de jogo: 30 minutos

PVP: 29,99€

 

image002.jpg

 

O Monstro das Cores acordou confuso e não sabe bem porquê. Os seus sentimentos estão todos baralhados e agora vai ter que separar as emoções, arrumando-as no local certo. Será que pode ajudá-lo? Para o fazer, vai ter que pensar em coisas que o fazem feliz, triste, zangado, com medo ou calmo e, depois, dizes a todos o que essas coisas são. Com a sua ajuda, e a da sua amiga, com certeza ele vai conseguir!

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.