Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Dia Internacional dos Museus - Programação Especial do Museu Coleção Berardo

620px_e586e6d127df7b707310.jpg

 Entrada do Museu Coleção Berardo, 2016. Vista com obras de Alexander Calder e Jean Dubuffet. Fotografia: David Rato.

Para celebrar o Dia Internacional dos Museus, o Museu Coleção Berardo preparou uma programação especial a partir do tema "Museus e histórias controversas: dizer o indizível em museus", lançado pelo ICOM para a comemoração desta data em 2017. Nos dias 18 e 20 de maio, os visitantes poderão participar gratuitamente, individualmente ou em família, em diversas atividades que se realizam em torno das exposições patentes. Ao longo destes dois dias, o serviço educativo do Museu leva a cabo um conjunto de propostas de caráter pedagógico e lúdico, dirigidas a todos os públicos. Descubra tudo nesta newsletter.

 

 

Uma viagem pela Coleção Berardo – 18 e 20 de maio, 14h30

300px_856d14937198578817c71a.jpeg

 

Vista da exposição Coleção Berardo (1900-1960), com obras de Andy Warhol e James Rosenquist.Fotografia: David Rato.

Atividade que pretende envolver o público numa experiência ao longo do Museu. Em vários movimentos, tais como o surrealismo, a abstração, a figuração, a pop arte, o minimalismo, entre outros, convidamos os visitantes a superar desafios plásticos que podem ser desenvolvidos separadamente ou em sequência, potenciando a descoberta da Coleção, dos seus artistas e dos movimentos artísticos do século XX. Participe sozinho, em família ou com amigos.

Atividade contínua para todos os públicos | 18 e 20 de maio | 14h30 - 18h00 | Entrada gratuita | Sem marcação prévia

 

A cor e a expressão do indizível – 18 e 20 de maio

300px_e57222e7daab19693437.jpg

 

Museu Coleção Berardo, 2014. Fotografia: Ricardo Batista.

 

A Arte Moderna e Contemporânea sempre gerou controvérsia. Os artistas, por vezes, não eram compreendidos no seu tempo, porque rejeitavam a tradição e ampliavam os horizontes do pensamento e das linguagens estéticas e plásticas. O que pretendiam então ao convocarem o corpo nas suas performances? Nesta visita para públicos com necessidades educativas especiais, vamos pensar e trabalhar a questão das múltiplas linguagens. Como interpreto uma obra de arte? Como posso fazer parte de uma obra de arte? Se não puder usar a palavra, poderei ainda assim dizer através do gesto e manifestar o que sinto e penso? São estas as questões sobre o indizível e o controverso que vamos pensar.

Atividade para públicos com necessidades educativas especiais.

Escolas: 18 de maio | 10h30 e 14h30
Famílias: 20 de maio | 11h00

Entrada gratuita, mediante inscrição prévia

 

Magia no Museu – 20 de maio, 11h00

300px_e57221a255abcc633349.jpg

 "Magia no museu". Atividade do serviço educativo. Museu Coleção Berardo. Fotografia: Maire Karuvuori. 

Há magia no ar! As obras do Museu têm magia dentro delas, mas cabe-nos a nós encontrá-la. Nesta atividade para famílias descobre-se a magia da cor, da forma e das personagens das obras de arte do museu, através de um pequeno espetáculo e muitos momentos mágicos.

Atividade para famílias com crianças dos 2 aos 4 anos | 20 de maio | 11h00 | Entrada gratuita, mediante inscrição prévia

 

Percurso transversal – 20 de maio, 16h00

300px_e5901e90269112576110.jpg

 Atividade do serviço educativo. Museu Coleção Berardo, 2014.

Nesta visita para adultos, propomos uma abordagem discursiva das diferentes temáticas patentes nas duas exposições da Coleção Berardo, de forma a despertar no público uma reflexão sobre as mesmas. Iniciamos o percurso seguindo uma ordem cronológica pela arte do século XX até aos nossos dias, através dos seus movimentos e protagonistas mais significativos. É proposto um percurso pela arte moderna, que se inicia nos primeiros anos do século XX com Picasso e a invenção do cubismo e com Duchamp e a interrogação do readymade até aos mais significativos movimentos artísticos das neo-vanguardas, como sejam o minimalismo, o concetualismo, o pós-minimalismo, a Land Art ou a Arte Povera, entre outros.

Visita para adultos | 20 de maio | 16h00 | Entrada gratuita | Sem marcação prévia

 

Projeção do filme "Triumphs and Laments" – 20 de maio, 16h00

300px_e5903546435888653336.jpg

William Kentridge

O filme "Triumphs and Laments", de William Kentridge, será exibido simultaneamente em museus de arte contemporânea em todo o mundo. Considerado como a maior obra de arte contemporânea alguma vez criada em Roma, "Triumphs and Laments" é um filme onde os significados e a linguagem do trabalho de Kentridge são traduzidos para uma línguagem cinematográfica. No Museu Coleção Berardo será apresentado nos dias 20 de maio, 3 e 10 de junho.

Para todos os públicos | 20 de maio, 3 e 10 de junho | 16h00 | Entrada gratuita | Sem marcação prévia

 

As ficções do inimigo – 20 de maio, 17h00

300px_e590315836fe834661119.jpg

 Pedro Neves Marques, The Pudic Relation Between Machine and Plant, 2016. Com o apoio de King's College Centre for Robotics Research. Exposição Aprender a viver com o inimigo.

Visita para adultos, que terá como ponto de partida a reflexão colocada no vídeo Aprender a viver com o inimigo, 2017, que Pedro Neves Marques apresenta e que dá título à exposição patente no Museu. Num mundo globalizado, virtualizado, onde cada vez mais a produção transgénica, robótica e transumana, faz parte da nossa pele, algumas questões se colocam: teremos de uma forma ficcional "aprender a viver com o inimigo"? E, acima de tudo, que "vidas" é que estas novas realidades estão a produzir? Que relações existirão entre a botânica e a biotecnologia? Não se pretende uma análise apocalíptica de algumas vertentes teóricas, mas acima de tudo compreender as linhas que unem e separam do "inimigo". Mas que inimigo?

Visita para adultos | 20 de maio | 17h00 | Entrada gratuita | Sem marcação prévia

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.