Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Edições 70 :: Maffei elogia a lentidão do cérebro

 

Frente-ElogiodaLentidao-300dpi (1).jpg

 

Maffei elogia a lentidão do cérebro

O neurocirurgião italiano Lamberto Maffei acaba de lançar em Portugal o “Elogio da Lentidão”, pelas Edições 70. Numa era em que o telemóvel toca sem parar, os emails exigem uma resposta rápida e estamos constantemente ligados, Maffei questiona, na sua obra, o mito da velocidade, relembrando que o cérebro – tanto hoje como no passado - exige um processo mental lento.

Lamberto Maffei, médico e cientista italiano, acaba de lançar em Portugal, pela chancela Edições 70, a obra “Elogio da Lentidão”. Numa era em que o telemóvel toca sem parar e os emails exigem uma resposta rápida, deixando as pessoas num estado doentio de hiperatividade, o neurocirurgião italiano recorda-nos de que o cérebro sempre permitiu reações rápidas e automáticas, facilitando-nos a sobrevivência. Porém, a verdade é que constitui também um mecanismo sofisticado, capaz de produzir reflexões que, para serem verdadeiramente elaboradas, exigem um processo mental lento, hoje como no passado.

Segundo o autor, o pensamento lento é um pensamento pesado, uma vez que carrega consigo o peso da memória, o peso da dúvida e o peso da incerteza do raciocínio. Maffei recorda ainda de que nos últimos anos, somos constantemente forçados a um dinamismo cada vez mais frenético, repleto de compromissos ou anulações de compromissos, enquanto a tecnologia produz instrumentos que visam a rapidez e a velocidade, tornando os dispositivos digitais constantemente desatualizados, tal é a rapidez com que evoluem.

O “Elogio da Lentidão” está já disponível nas livrarias portuguesas pelo PVP de 14,90€.

Sobre o autor

Lamberto Maffei (1936) é um médico e cientista italiano. Dirigiu o Instituto de Neurociência de CNR e o Laboratório de Neurobiologia da Escola Normal Superior de Pisa, instituição onde foi professor emérito de Neurobiologia. Foi presidente da Accademia Nazionale dei Lincei. Recebeu inúmeros prémios e distinções na área da medicina. 

 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.