Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

El Corte Inglés inaugura exposição “Safe Space” de Fidel Évora

safe space 1.png

O Gourmet Experience do El Corte Inglés de Lisboa é palco de “Safe Space”, a mais recente exposição do artista cabo-verdiano Fidel Évora. Este solo show, apresentado pelo Projeto Movart, pode ser visitado pelos clientes até 10 de Setembro, no piso 7 do Grande Armazém de Lisboa.  Em “Safe Space”, MOVART, com curadoria de Leonor Veiga, Fidel Évora explora o paralelismo histórico entre o consumismo e a sociedade invisível.
 
O MOVART cria uma navegação por dois espaços distintos que permitem o prolongamento da intervenção social do artista. Fidel Évora inicia o seu statement na Feira de Arte Contemporânea, dando-lhe, agora, continuidade num diálogo assumido no Gourmet Experience do El Corte Inglés em Lisboa.  
 
Sobre Fidel Évora  
Nasceu na Cidade da Praia em 1984, mas cresceu no Barreiro. Em 2004 concluiu o curso técnico de Imagem e Comunicação na ETIC, e em 2008 concluiu o Mestrado em Motion Graphics na BAU Escola Superior de Disseny em Barcelona. Entre 2004 e 2010 trabalhou como Designer Gráfico.  
Cultiva o gosto pela investigação, preservação de artefactos, resgate de memórias importantes para a identidade coletiva e pessoal; dividido entre essas fronteiras, cria composições entre o real e o ficcional.
Em 2011 integrou a sua primeira exposição coletiva no estrangeiro, “After the Utopia a view on the Portuguese Freedom Day” Acquire Arts Gallery London com curadoria de Plasticina. Depois desta, participou em diversos coletivos como Alter Ego Macau, Antagonist Movement, N’A Gráfica - Centro de Criação Artística, Ephemeral Ethernal – Mostra Coletiva NFT, Linha Imaginária – MU.SA Museu de Artes de Sintra e Exposição coletiva “de Dentro e Fora” – Colectiva de Artistas de Cabo Verde – UCCLA Lisboa.