Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Entre Goa e Lisboa - Museu do Fado lança DVD e CD Fandóziando | 4ªf, 5 Dez > 19h

Label do Museu do Fado edita novo CD e, pela primeira vez, um DVD

FANDÓZIANDO – FADOS, MANDÓS e FANTASIAS
Entre Goa e Lisboa

Lançamento: 5 de dezembro, no Museu do Fado.
Entrada livre. Reservas para
comunicacao@museudofado.pt ou 21 882 34 70.

7626b3ea-a9d7-4b03-9cfa-34d682e7fe66.jpg

Programa
19h – Projeção do documentário “Azulejos de Goa”, de Ivan Dias;
20h15 – Showcase com Óscar do Rosário (viola, Goa), Henrique Vieira (viola, Portugal), Manuel Rocha (violino, Portugal) e Orlando de Noronha (violino, Goa).


Reiterando a aposta em projetos pioneiros, a editora do Museu do Fado edita o CD/DVD "Fandóziando – Fados, Mandós e Fantasias”, um trabalho com produção executiva e artística de Ivan Dias que junta músicos portugueses e goeses, em filme e em disco. Dá a conhecer também o Mandó, género que, nas palavras do produtor, “surgiu no território da antiga Índia Portuguesa e procurava assimilar as toadas lusitanas (…). O Mandó é assim algo que nem os locais conseguem bem definir por ser uma valsa ‘descompassada’ que está intrinsecamente ligada à ideia que o povo que acolheu a nossa música fez dela…”.

O DVD de Fandóziando é composto pelo documentário “Azulejos de Goa”, realizado também por Ivan Dias, que mergulha na herança portuguesa em Goa através de uma viagem guiada por vários goeses que ainda hoje mantêm viva a cultura lusa naquele pequeno estado indiano; testemunho da forte amizade entre os dois povos, o filme inclui também uma entrevista ao Primeiro Ministro António Costa. O CD é composto por 17 faixas divididas em “Fados”, “Mandós” e “Fantasias”. Entre as “Fantasias” contam-se temas como “Verdes Anos – Summertime” (Carlos Paredes – George Gershwin) e “I Can’t Give You Anything But Love" (Jimmy MacHugh).

Vídeo do mandó “Bom Jesus /Bom Jezuchea Re Konvetant”: https://vimeo.com/303477251

No ano em que o Museu do Fado celebra o seu 20º aniversário, esta é a sétima edição da sua label – Museu do Fado Discos – lançada há apenas dois anos. “Canções de Ida e Volta - Gravações Históricas”, “Tons de Lisboa” de José Manuel Neto, “Terços de Fado”, de Tânia Oleiro e, já em 2018, “O Fado por Máquinas Automáticas”, “Horas da Vida”, de Francisco Salvação Barreto e “Gaspar”, de Gaspar Varela, foram os discos até ao momento lançados pela editora.


Exposições temporárias ficam patentes até 30 de dezembro
20 Anos Museu do Fado . Maria Teresa de Noronha (1918-1993)

e6b1bf0c-ac9c-483c-8030-583789b79467.jpg


Até ao final do ano, além da sua exposição permanente, o Museu do Fado tem patentes também duas exposições temporárias: a projeção imersiva “20 Anos Museu do Fado” e a mostra dedicada a Maria Teresa de Noronha.

A primeira, produzida numa parceria com o atelier Ocubo, proporciona uma viagem pela história do Fado e do Museu, com a participação de Camané, Carlos do Carmo, José Manuel Neto e Mariza, que gravaram registos audiovisuais propositadamente para este trabalho.

 

As duas exposições podem ser visitadas até 30 de dezembro.


 

 

Horário do Museu / Exposições:
Terça a domingo, das 10h às 18h (última entrada às 17h30)
Visitas guiadas para grupos: info@museudofado.pt / 21 882 34 70

Bilhete: 5€ (com acesso à exposição permanente)
Reduções para menores de 25, maiores de 65, reformados e grupos organizados, entre outros.

Entrada gratuita aos domingos e feriados até às 14h.

O Museu do Fado encerra nos dias 24, 25 e 31 de dezembro e 1 de janeiro.

MUSEU DO FADO . Largo do Chafariz de Dentro, nº 1 (Alfama) . 1100-139 Lisboa
 

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.