Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

“Era uma vez em Goa” no Museu do Oriente

Sessões de cinema gratuitas

goa2-min.jpg

 

Uma sessão dedicada ao realizador Dnyanesh Moghe, a 27 de Setembro, e um conjunto de curtas-metragens provenientes dos arquivos do Exército Português, da RTP e da Filmoteca Española, no dia 29, encerram o ciclo de cinema “Era uma vez em Goa” no Museu do Oriente. A entrada é gratuita.

 

Desvendando olhares sobre este território, antes e imediatamente após a integração na Índia, em 1961, os filmes e documentários apresentados revelam perspectivas de realizadores portugueses e goeses que problematizam a sua complexidade identitária e cultural. 

 

A 27 de Setembro, “Ranmale” e “Digant” (2012), ambos de Dnyanesh Moghe, focam as tradições e cultura goesas. “Ranmale” é um filme de 10 minutos sobre a dança ritual homónima integrada na celebração da invocação Garane, em que participa toda a aldeia. Já “Digant” conta a história de um pastor, chefe de uma família, que deambula na floresta com as suas ovelhas, acompanhado pelo filho pequeno. Este pastor pertence a uma tribo nómada e, morar permanentemente numa casa, é algo estranho para ele e para a comunidade a que pertence. Por insistência de um professor, o seu filho começa a frequentar a escola, quando cresce, sonha tornar-se arquitecto enquanto Pangim, onde estuda, se transforma também, rapidamente.

 

A sessão de dia 29 reúne curtas-metragens de arquivo relativas a Goa, provenientes da Rádio e Televisão Portuguesa, do Centro de Audiovisuais do Exército (CAVE) e da Filmoteca Española.

 

Filmado por ocasião das comemorações do centenário de S. Francisco Xavier, “En la India Portuguesa: Goa de Ayer y de Hoy” (1952), cedido pela Filmoteca Española, atesta como o regime de Franco apoiou a política colonial do Estado Novo. De seguida, a “Operação de Segurança no Estado da Índia” (1952), disponibilizado pelo Centro de Audiovisuais do Exército Português, conta a versão do Estado Novo sobre os acontecimentos junto à fronteira que, em 1955, aumentaram a tensão entre o regime português e o governo indiano. Segue-se “Rumo à Índia” (1959), de Miguel Spiguel, uma curta-metragem que mostra a chegada de tropas ao território. Em parceria com a RTP, será apresentada, depois, uma selecção de materiais do arquivo da televisão pública: “Chuvas de Monção em Goa”, “Natal dos Soldados Portugueses em Pangim”, “Manuel Vassalo e Silva é Distinguido na Índia” e “Chegada de Refugiados a Lisboa”. “Honra à Índia Portuguesa” (1961), de Perdigão Queiroga, é a última curta a ser exibida neste ciclo. Esta é uma edição especial da série de actualidades cinematográficas de propaganda com imagens de Portugal, patrocinada pelo Secretariado Nacional da Informação, e evoca o historial da tensão relativo à “questão de Goa” para afirmar que o território foi anexado ilegalmente.

 

“Era uma vez em Goa: Identidade e Memórias no Cinema” é co-organizado pela Fundação Oriente, em parceria com o Centro de Audiovisuais do Exército e com a RTP, através da cedência de materiais fílmicos. Todos os filmes são legendados em português ou em inglês.

 

Ciclo de Cinema

“Era uma vez em Goa: identidades e memórias no cinema”
27 e 29 Setembro
Auditório e Sala Beijing

18h00
Entrada Gratuita, mediante levantamento prévio de bilhete

Comissária: Maria do Carmo Piçarra

Programa

 

27 Setembro

Ranmale

De Dnyanesh Moghe

Duração 10’ | Sala Beijing |Língua original: Inglês

Digant

De Dnyanesh Moghe

2012 |Duração 96’ | Língua original: Concanim, legendas em Inglês

 

29 Setembro

GOA NOS ARQUIVOS

En la India Portuguesa: Goa de Ayer y de Hoy

De Filmoteca Española

1952 |Duração 11’ | Auditório | Castelhano

Operação de segurança no Estado da Índia

De Centro de Audiovisuais do Exército Português

1955 |Duração 11’ | Auditório | Sem som (com comentário da investigadora Maria do Carmo Piçarra e do jornalista Jacinto Godinho)

Rumo à Índia

De Miguel Spiguel

1959 |Duração 19’ | Auditório |Sem som (com comentário da investigadora Maria do Carmo Piçarra e do jornalista Jacinto Godinho)

Selecção de materiais de arquivo da RTP “Chuvas de Monção em Goa” (9’), “Natal dos Soldados Portugueses em Pangim” (3’), “Manuel Vassalo e Silva é Distinguido na Índia” (1’) e “Chegada de Refugiados a Lisboa” (3’) Sem som (com comentário da investigadora Maria do Carmo Piçarra e do jornalista Jacinto Godinho)

Honra à Índia Portuguesa

De Perdigão Queiroga

1961 |Duração 19’ | Auditório | Sem som (com comentário da investigadora Maria do Carmo Piçarra e do jornalista Jacinto Godinho)

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.