Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Espaço Cidadão inaugura nova Exposição Temporária sobre Arqueologia

Espaço Cidadão.jpg

 

A nova Exposição Temporária do Espaço Cidadão, em Palmela, é inaugurada no dia 13 de outubro, às 17h00. Com o nome “Espaço Cidadão: Fragmento a fragmento, o que a Arqueologia nos diz!”, a mostra, organizada pelo Museu Municipal de Palmela, Junta de Freguesia de Palmela e Palimpsesto, Lda., é dedicada ao património arqueológico daquele edifício e vai ficar patente até setembro de 2019.

O conjunto de materiais apresentados é ilustrativo da longa história deste espaço, da sua diversidade cultural e da mundividência das pessoas que, ao longo dos séculos, ocuparam esta casa. Os milhares de artefactos recolhidos e em estudo informam sobre o quotidiano das pessoas que ali viveram e sobre a evolução histórica de Palmela, reportando, sobretudo, a um período próspero (Séculos XV a XIX), em que a Vila é sede da Ordem de Santiago. Do período da Época Moderna, encontram-se bem representadas as importações, materiais com uma proveniência geográfica distinta, passando por Espanha, Itália, Holanda, Ásia e Continente Africano.

A Exposição, de entrada livre, vai estar aberta ao público no horário de funcionamento da Junta de Freguesia (segunda, terça, quinta e sexta-feira, das 8h30 às 17h30, e quarta-feira, das 8h30 às 18h30), havendo também a possibilidade de se realizarem visitas dirigidas às escolas.

“Espaço Cidadão: Fragmento a fragmento, o que a Arqueologia nos diz!” sucede à Exposição Temporária “Oficina de Latoaria de Jorge Reis”, que foi inaugurada em 2017, no âmbito das Jornadas Europeias do Património, e está patente até hoje, 4 de outubro, dando a conhecer a história deste ofício em Palmela.