Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

ESPECTÁCULO A EMANCIPAÇÃO DO SER SEM BRAÇOS

 

_DSF2646 _1_billboard_experiencia_4.jpg

 

 

Ana Lopes e Laura Morais da Silva apresentam-se como criadoras a título individual, tendo começado a sua colaboração artística em 2014 e enquanto dupla em 2017.

Partilham o mesmo historial de formação na Escola Superior de Teatro e Cinema na licenciatura de teatro – Ramo Actores, que concluíram em 2014.

Em 2014, apresentam, como actrizes e co-criadoras, inseridas no Colectivo CADUCADO, a peça original CADUCADO no 18o Ciclo de Teatro Universitário da Beira Interior. Participam ainda, como actrizes e co-criadoras, na peça original AMOR2, apresentada na Comuna-Teatro de Pesquisa, em Fevereiro de 2017, desenvolvida pelo mesmo colectivo acima referido.

Em 2017 apresentam o seu primeiro objecto artístico a solo, SABOR A CEREJA, estreado em Lisboa no Centro de Inovação da Mouraria, em Dezembro e com reposições em Lisboa e noutras cidades do país. Em Julho de 2018 estreiam SATURNAIS no Teatro da Comuna. Todos os trabalhos contam com textos originais das criadoras.

A EMANCIPAÇÃO DO SER SEM BRAÇOS, é a sua terceira colaboração enquanto dupla no intervalo de tempo de um ano e conta com texto de Ana Lopes.

SINOPSE


Existe um mundo privado em cada cabeça pensante.

Se tivéssemos acesso a essas vontades primárias, aos medos guturais e à líbido sem prisão, as portas da anarquia seriam abertas indefinidamente.

Quando os olhos fecham e o corpo se enterra, o público é convidado a entrar.

São 8 cabeças. 8 mundos, 8 vontades.

Mas se fossemos obrigados a partilhar cama com estranhos, que mundos estes, seriam cruzados?

Quem controlaria um mundo assim? Quem saberia tocar nos nossos mais escondidos nervos?

Este espectáculo, revoca ao controlo real do onírico, à inexistência do livre arbítrio no nosso inconsciente e à manipulação dos nossos maiores receios e desejos.

Convidamos o nosso público a visitar estes corpos presos, até que os olhos abram.

Eu durmo contigo para conhecer o teu outro eu…

O criador sou eu e invento-te. Às vezes não há faces.

TENDÊNCIA PARA 2019

FICHA ARTÍSTICA |


ENCENAÇÃO | Ana Lopes, Laura Morais da Silva

TEXTO | Ana Lopes

INTERPRETAÇÃO | Ana Lopes, André Lopes, Brandão de Mello, Hugo Teles, Laura Morais da Silva, Leonor Vilar, Luís Salvador, Maria Alves, Pedro Miguel Jorge

DESENHO DE LUZ | Manuel Abrantes

FOTOGRAFIA ESPECTÁCULO | Vitorino Coragem

VÍDEO ESPECTÁCULO | Ana Correia

APOIO TÉCNICO | José Alvega

AGRADECIMENTOS | COMPANHIA OLGA RORIZ, POLO CULTURAL DAS GAIVOTAS, CAVES DO LICEU CAMÕES, FUTURDATA, MCKEVENTOS, REAL SPORT CLUB, FUTEBOL CLUBE DE S.PEDRO