Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Estreia Brevemente "Constelações" @ Sala Vermelha

image002.jpg

 

 

Estreará brevemente na Sala Vermelha o espectáculo Constelações, de Nick Payne, com encenação de João Lourenço e dramaturgia de Vera San Payo de Lemos. O texto conta uma história de amor e propõe uma reflexão sobre temas da ciência. Como em Copenhaga, de Michael Fryan (2003 e 2005) ou Galileu, de Bertolt Brecht (2006), esperamos que este espectáculo estimule o diálogo e surpreenda os nossos espectadores. É um espectáculo invulgar onde apenas dois actores jogam um número infinito de situações.

 

 

SINOPSE

Um homem e uma mulher conhecem-se, apaixonam-se, vivem juntos, separam-se, reencontram-se, reconciliam-se, ou talvez não. Talvez tudo seja, possa ter sido ou venha a ser diferente, conforme as circunstâncias com que se deparam e as escolhas que fazem ou deixam de fazer. Nos múltiplos universos paralelos em que estão, há múltiplas variantes da sua história de amor: talvez nunca mais se voltem a ver ou talvez fiquem juntos até que a morte os separe.

Seguindo uma tese da física teórica, segundo a qual há mais do que três dimensões do espaço e uma dimensão do tempo, Constelações mostra-nos um multiverso onde a vida assume uma miríade de formas em simultâneo e todos os futuros são possíveis. Mas será que aquilo que acontece depende das nossas decisões? Será que depende do acaso? Ou de algo mais que não se vê e não se conhece?

 

FICHA ARTÍSTICA

Versão João Lourenço | Vera San Payo de Lemos

Dramaturgia Vera San Payo de Lemos

Encenação João Lourenço

Cenário António Casimiro | João Lourenço

Figurinos Dino Alves

Luz Alberto Carvalho | João Lourenço | Marcos Verdades

Vídeo Luís Soares

Dança a Par João Fanha | Raquel Santos  

Com Joana Brandão | Pedro Laginha  

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.