Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Europacolon Portugal e as Farmácias Holon organizam rastreios gratuitos ao cancro do intestino em Lisboa

 

CAMPANHA DE SENSIBILIZAÇÃO: O Diagnóstico precoce pode salvar a sua Vida!

 

 Europacolon Portugal e as Farmácias Holon organizam rastreios gratuitos ao cancro do intestino em Lisboa

 

As Farmácias Holon e a Europacolon Portugal promovem, em Lisboa, uma campanha de sensibilização para o cancro colorretal. A iniciativa tem como objetivo promover o rastreio de uma doença que ainda é responsável pela morte de 11 portugueses todos os dias.

 

Durante os meses de março e abril, os rastreios de Pesquisa de Sangue Oculto nas Fezes (PSOF) estão disponíveis em 48 Farmácias Holon, para pessoas com idades compreendidas entre os 50 e 75 anos.

 

“As fases iniciais do cancro do intestino, por norma, não causam dor. Mesmo sem qualquer sintoma, a partir dos 50 anos é obrigatório que façam o despiste, pois a progressão da doença é silenciosa. Se detetada a tempo, tem cura em 90% dos casos, afirma Vítor Neves, presidente da Europacolon.

 

“Temos 179 farmácias unidas pela prevenção, pois um diagnóstico atempado pode, literalmente, salvar a vida de uma pessoa. O método de rastreio utilizado, pesquisa de sangue oculto nas fezes, permite identificar precocemente a presença de um tumor ou de pólipos no intestino e o encaminhamento imediato da pessoa para exames complementares de diagnóstico, ou seja, a realização de colonoscopia”, explica Mariana Rosa, farmacêutica das Farmácias Holon e coordenadora deste projeto ao nível nacional.

 

De acordo com o Programa Nacional para as Doenças Oncológicas da Direção Geral da Saúde, em Portugal, todos os anos, são diagnosticados mais de 7 mil novos casos.

 

“Esta parceria com as Farmácias Holon tem-nos permitido lutar contra esta doença e angariar fundos para ações de sensibilização e prevenção do cancro digestivo a nível nacional. Desde 2014, já conseguimos rastrear cerca de 3.431 pessoas, entre as quais 799 homens, e intervir junto de milhares”, relembra o presidente da Associação de Apoio ao Doente com Cancro Digestivo.

 

 

O rastreio ao cancro do intestino é dirigido à população em geral e tem em consideração os seguintes critérios de inclusão:

  • Idade compreendida entre os 50 e os 74 anos;
  • Não realizou PSOF no último ano ou colonoscopia nos últimos 5 anos;
  • Sem sintomas relevantes;
  • Sem ligações hereditárias de primeiro grau a doentes de cancro colorretal;
  • Sem história pessoal anterior de cancro;
  • Sem diagnóstico prévio de pólipos colorretais ou doenças inflamatórias do intestino (doença de Crohn ou colite ulcerosa).

 

As análises clínicas são realizadas pela Euromedic em parceria com a Medicil.

 

A par do rastreio, a Europacolon Portugal promove ainda, nas Farmácias Holon, um peditório público, cujo objetivo é a angariação de fundos para o desenvolvimento da sua missão, nomeadamente ações de sensibilização enquadradas na prevenção e apoio aos pacientes e familiares de cancro digestivo.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.