Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Expo Martinho Costa

 

IMG_0769%20in%20dub.jpg

 

Casal da Cega in Dub

 

Martinho Costa

 

21 de Maio a 7 de Julho de 2016

 

Galeria Vera Cruz

Rua Eng. Oudinot, 45  3800 – 174 Aveiro

T: 966 626 885

Email: info@galeriaveracruz.com

www.galeriaveracruz.com

 

Horário: Terça a sexta-feira das. 10h às 12h30 e das 14h30 às 19h30.

Sábados das 10h às 13h e das 14h30 às 18h30.

 

No próximo sábado, dia 21 de Março, pelas 16h a Galeria Vera Cruz inaugura uma exposição individual do artista plástico Martinho Costa, com o título "Casal da Cega in Dub".

Martinho Costa apresenta-se individualmente pela primeira vez na Galeria Vera Cruz, com mais de vinte obras originais especificamente concebidas para esta exposição, onde predominam os óleos sobre tela, mas onde também surgem peças em cimento pintadas a óleo.

Martinho Costa nasceu em 1977, vive e trabalha em Lisboa, é licenciado em pintura pela Faculdade de Belas Artes de Lisboa, é mestre em Artes Plásticas Contemporâneas pela Universidade Complutense em Madrid e foi bolseiro da Fundação Calouste Gulbenkian numa residência artística em Barcelona no ano de 2012. Já expôs em diversas cidades europeias como Madrid, Barcelona ou Berlin, participa com regularidade em importantes feiras de arte contemporânea e está representado nalgumas das mais relevantes colecções de arte portuguesas.

A exposição encerra no dia 7 de Julho de 2016 e poderá ser visitada de terça a sexta-feira das 10h às 12h30 e das 14h30 às 19h30 e sábados das 10h às 13h e das 14h30 às 18h30.

 

Casal da Cega in Dub

Genericamente pode-se definir o Dub como um processo criativo de edição e produção. Consiste em criar material novo sobre um suporte preexistente e fisicamente idêntico. A ideia de Dub tem as suas raízes na música. Mais precisamente nos estúdios de música na Jamaica nos anos 60. Aqui um conjunto de produtores: King Tubby, Lee Scratch Perry e o Scientist entre outros, começaram a filtrar livremente a música reggae na mesa de mistura. Ecos, reverberações, eliminação de linhas vocais, ou pelo contrário, vozes cantadas e faladas por cima da música, vão não só definir este estilo como também influenciar a musica eletrónica posterior.

Casal da Cega in Dub, apresenta uma série de pinturas em tela e um conjunto de pinturas sobre fragmentos de cimento encontrados na rua. Estão na base deste conjunto de trabalhos imagens digitais recolhidas na pedreira com o mesmo nome. A pedreira Casal da Cega extrai pedra calcária na zona da Serra de Aire. Aqui a pedra é retirada à natureza em enormes blocos geométricos, e posteriormente fragmentada e transformada em pequenas partes que no fim irão dar origem a peças decorativas, usadas abundantemente na construção.

Martinho Costa - Maio, 2016

 

Galeria Vera Cruz

Rua Eng. Oudinot, 45

3800-174 Aveiro

Tm: 966626885

jose@galeriaveracruz.com

www.galeriaveracruz.com