Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

EXPOSIÇÃO “A FLORESTA” DA FUNDAÇÃO ”LA CAIXA” E DO BPI RECEBE MAIS DE 8 000 VISITANTES EM COIMBRA

Trata-se da primeira exposição itinerante da Fundação ”la Caixa” em Portugal e é um marco da atividade da entidade em Portugal

 

 

EXPOSIÇÃO “A FLORESTA” DA FUNDAÇÃO ”LA CAIXA” E DO BPI RECEBE MAIS DE 8 000 VISITANTES EM COIMBRA

 

 

 

 

image005.jpg

 

A exposição ”A Floresta”, que esteve patente em Coimbra entre 10 de maio e 27 de junho, recebeu um total de 8.081 visitantes. Do total, 5.985 correspondem ao público em geral e 2.096 a visitas de grupos, dos quais 1.114 correspondentes a grupos escolares.

 

A mostra, promovida pela Fundação ”la Caixa” e pelo BPI, destaca um dos ecossistemas terrestres com maior biodiversidade no mundo e que conservam o património de milhares de milhões de anos de evolução.

 

A “Floresta” esteve em exibição no Parque Verde do Mondego, em Coimbra, e vai agora para Portimão, onde estará patente entre 12 de julho e 28 de agosto. A exposição apresenta um percurso pelas principais espécies arbóreas da Península Ibérica, a sua ecologia e ligação com o ser humano, através de uma singular colecção que inclui cinco exemplares excecionais de árvores de Portugal que por motivos morfológicos, históricos ou culturais são considerados únicos. São os casos da Oliveira do Mouchão, em Abrantes, da Castanheira de Vales, em Vila Pouca de Aguiar, do eucalipto da Mata Nacional de Vale de Canas, em Torres do Mondego, da Azinheira do Porto das Covas, em Loulé, e do Assobiador, em Palmela.

 

Trata-se da primeira mostra itinerante da Fundação ”la Caixa” em Portugal. Esta fundação, a primeira em Espanha e uma das mais relevantes a nível internacional, iniciou este ano a implementação da sua ação em Portugal, fruto da entrada do BPI no Grupo CaixaBank.

 

 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.