Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Exposição de fotografia "Allumar" de José Manuel Ballester, um projeto da Fundación María Cristina Masaveu

De 28 de fevereiro a 26 de abril

Entrada livre

 

“Allumar” de José Manuel Ballester

 

ABONO%201.jpg

 

Exposição de fotografia no Museu da Eletricidade, um projeto da

Fundación María Cristina Masaveu

 

 

A obra de José Manuel Ballester, pintor e fotógrafo espanhol com um vasto percurso profissional, reconhecido por numerosos prémios e exposições internacionais, entre os quais o Prémio Nacional de Fotografia de Espanha, vai estar exposta em Portugal, no Museu da Eletricidade, a partir do próximo dia 28 de fevereiro.

 

Intitulada “Allumar”, esta exposição, que estará patente até 26 de abril, faz parte de um projeto para a criação de um fundo de imagens inéditas sobre a região das Astúrias organizado pela Fundação espanhola María Cristina Masaveu Peterson denominado Miradas de Asturias.

 

Entre 2010 e 2013, Ballester realizou mais de 5 mil fotografias por todo o território das Astúrias, iluminando (allumando, em asturiano) os cantos por onde passou. As 40 imagens selecionadas para “Allumar” fazem-nos descobrir espaços inóspitos, isolados ou inacabados que guardam poéticas íntimas. As fotografias de Ballester para este projeto mantêm intactas todas as suas qualidades criativas, revelando paisagens industriais e a natureza da região com o romantismo tão lucido que o define.

 

Este projeto incide também na capacidade de Ballester para extrair a singularidade destes espaços abandonados no território das Astúrias. A convivência entre a natureza e a indústria e a abundância de recantos com características fabris são a particularidade mais notável da exposição, que recorre a elementos estruturais dos edifícios - passadiços, escadas, colunas, pontes, viadutos – para contrastar com delicadas imagens captadas em praias e falésias, penhascos e montanhas.

 

As composições apresentam-se sem figuras, como se fossem instantes onde o espírito aparece nu em cenários quase metafísicos. A arquitetura industrial e a paisagem aparecem como refúgio, abrigo e proteção para o ser humano; a sua atividade laboral, a sua evolução, sob elementos que relevam condições de vida muito distintas.

 

A exposição é comissariada por Ángel Antonio Rodríguez. Antes desta viagem até Lisboa, esta mostra já esteve em exibição no Centro de Cultura Antiguo Instituto de Gijón e no Centro Cultural Conde Duque em Madrid.

 

Com esta exposição, a Fundação María Cristiana Masaveu Peterson dá continuidade ao ciclo denominado “Miradas de Asturias”, que pretende reunir alguns dos mais reconhecidos fotógrafos espanhóis, de forma a oferecer uma visão original e vasta do Principado das Astúrias e das suas gentes. Em 2013, foi apresentada, também no Museu da Eletricidade, a exposição “Patria Querida”, de Alberto García-Alix. Ballester é o segundo convidado da Fundação que tem por objetivo a criação de um fundo de imagens inédito sobre a região das Astúrias.

 

A Fundación María Cristina Masaveu Peterson dá desta forma sequência à parceria celebrada com a Fundação EDP, reforçando a colaboração entre as instituições e partilhando o nobre objetivo de divulgar grandes nomes da arte e da fotografia contemporâneos.

 

 

Sobre a Fundação María Cristina Masaveu Peterson:

Criada em Outubro de 2005 por Maria Cristina Masaveu Peterson, a fundação com o mesmo nome nasce com a vocação de impulsionar, dentro da tradição de mecenato e patrocínio da Casa Masaveu, a cultura, a formação e a investigação em Espanha e em especial nas Astúrias.

Tem como principais objetivos a promoção, difusão, conservação, recuperação e restauro do Património Histórico Espanhol, da Música e da Arte em geral. Promove, igualmente, a formação profissional de jovens trabalhadores, zelando por uma aprendizagem integral, humana e profissional. Ao nível da investigação científica, a Fundação Maria Cristina Masaveu Peterson dedica especial atenção ao desenvolvimento tecnológico da indústria do cimento e das suas aplicações posteriores.

Sobre o projeto Miradas de Asturias

O projecto Miradas de Asturias é uma iniciativa de longo curso da Fundação María Cristina Masaveu Peterson que promove, através do mecenato, a criação de um fundo de obra inédita inspirada nas Astúrias e nas suas gentes, a partir da visão íntima e pessoal dos prestigiados fotógrafos convidados . Com um respeito absoluto pelas suas liberdades criativas, a atividade gera uma dinâmica tão ambiciosa quanto inovadora neste âmbito, permitindo aos autores materializar um olhar muito singular e enfrentar novos desafios, com a proximidade de paisagens e populações cujo carácter é tão surpreendente para o autor como para os espectadores.

Allumar é a segunda edição deste projeto. A primeira edição, Patria Querida com fotografias de Alberto García-Alix, esteve também patente no Museu da Eletricidade entre junho e agosto de 2013, seguindo depois para Berlim, Budapeste e agora Nova Iorque.

Sobre José Manuel Ballester:

Licenciado em Belas Artes em 1984 pela Universidad Complutense (Madrid), a carreira de José Manuel Ballester começou na pintura, interessando-se sobretudo pelas técnicas das escolas italiana e flamenca dos séculos entre XV e XVIII. Desde 1990 tem-se dedicando ora à pintura ora à fotografia. Recebeu várias distinções como o Prémio Nacional de Grabado (1999), o Prémio de Pintura Francisco de Goya (2008), o Prémio de Cultura de la Comunidade de Madrid (2008) e o Prémio Nacional de Fotografia (2010).

Das suas últimas exposições, destacam-se “Lugares de paso”, (La Gallera, Valencia, 2003), “Setting out”(Galería Charles Cowles, Nova Iorque, 2003),“Habitación 523” (Museo Nacional-Centro de Arte Reina Sofía, Madrid, 2005), “China” (Central Academy of Fine Arts, Pequim, 2007), “Espacios para la música” (Galería Pascal Vanhoecke, Paris, 2008), “Fervor de Metrópoli” (Pinacoteca de São Paulo, 2010), “Bosques de luz” (Antigua Fábrica de Tabacos de Madrid, 2013), entre muitas outras.

 

FICHA TÉCNICA

MIRADAS DE ASTURIAS

ALLUMAR

POR JOSÉ MANUEL BALLESTER

FUNDAÇÃO MARÍA CRISTINA MASAVEU PETERSON | MECENATO

EXPOSIÇÃO DE FOTOGRAFIA

COMISSÁRIO: Ángel Antonio Rodríguez

FUNDAÇÃO EDP – MUSEU DA ELECTRICIDADE

Avenida de Brasília, Central Tejo | Lisboa

 

De 28 de fevereiro a 26 de abril de 2015

 

Horário

De Terça a Domingo das 10:00 às 18:00 horas

Encerra às Segundas

Entrada livre