Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Exposição Desorient Express | Obras contemporâneas invadem colecção permanente do Museu do Oriente

 

 

160908_ATELIER_BELA_SILVA-0040.jpg

 

 

Numa iniciativa inédita do Museu do Oriente, a exposição Desorient Express apresenta obras contemporâneas em cerâmica, da autoria da artista Bela Silva, lado a lado com peças da coleção permanente Presença Portuguesa na Ásia, datadas dos séculos XVII a XIX. Às dez peças originais juntam-se dois cadernos de esboços, numa mostra que inauguraou na passada quinta-feira, 6 de outubro, às 18.30.

 

Como que “desorientando” ou “desalinhando” a leitura da Ásia patente no Museu do Oriente, Bela Silva inspirou-se nas peças do museu para criar trabalhos em cerâmica que funcionam como provocações, desafios ou contrapontos, quer do ponto de vista formal e estético, quer ao nível do seu peso histórico ou simbólico. O que se oferece ao visitante é a visão da artista sobre a Ásia através de obras sensoriais, cheias de ironia, sensualidade e humor, modeladas em cerâmica. Formas quase selvagens, entre o barroco e o abstracto, e criaturas grotescas interagem com peças emblemáticas como os trajes chineses de Dragão, as máscaras rituais timorenses de culto aos antepassados ou um kimono de cerimónia japonês.

 

Uma das várias releituras possíveis à narrativa do Museu, Desorient Express pretende, de acordo com a curadora Catarina Pombo Nabais, “provocar uma experiência de desorientação do pensamento”, remetendo para um Oriente imaginário e simbólico, ao invés de histórico.

 

Natural de Lisboa, Bela Silva estudou nas escolas de Belas-Artes do Porto, Lisboa e Norwich, bem como na Ar.Co e no Art Institute of Chicago. Do seu percurso artístico constam várias exposições internacionais – a solo e colectivas –, a coordenação de workshops de cerâmica e ainda residências artísticas em Kohler (EUA) e na Fábrica Bordalo Pinheiro (Caldas da Rainha). Entre as suas obras de maior destaque contam-se peças de arte pública como os painéis de azulejo da estação de Metro de Alvalade, em Lisboa, e para os jardins do Centro Cultural de Sakai (Japão).

 

A exposição está patente até 31 de Dezembro.

 

Desorient Express - Exposição de Bela Silva

Inauguração | 6 de Outubro | 18.30

Até 31 de Dezembro

Terça-feira a domingo: 10.00-18.00

(à sexta-feira o horário prolonga-se até às 22.00)

Encerra à segunda-feira

Preço: € 6,00 (entrada no Museu do Oriente)

Curadoria: Catarina Pombo Nabais

Arquitectura da exposição: Hugo Luz

 

Museu do Oriente, Avenida Brasília | Doca de Alcântara (Norte) | 1350-362 Lisboa

www.museudooriente.pt

 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.