Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Exposição "Retorno / Fazer infinitamente seres finitos" de João Maria Pacheco

 

94dcf54e-6252-4209-b79c-2a786863a75f.png

 

 

Sem Título, 2019, colagem sobre MDF, 170x140 cm (excerto)

 

Inauguração  quinta-feira 28 de março, 19h
Exposição  29 de março a 24 de abril, 2019 | Seg. a sex. 11h - 19h
Ocupart | Espaço Camões da Livraria Sá da Costa
Praça Luís de Camões, 22, 4º andar, Lisboa
 
No próximo dia 28 de março, às 19 horas, inaugura a exposição “Retorno / Fazer infinitamente seres finitos”, de João Maria Pacheco, no Espaço Camões da Livraria Sá da Costa.
Nesta exposição o artista mostra-nos um conjunto de obras recentes, pinturas e objetos, que abordam questões como o tempo das coisas e do seu fazer, a permanência do estar e a transmutabilidade da matéria. 
“(...) A padronização no método de preparação de cada um destes entes procura uma regularização do fazer. Esta repetição evidencia a procura de um ciclo infinito. Fazer infinitamente seres finitos. A imposição de uma regra leva a uma libertação meditativa, capaz de um olhar distante e analítico sobre o fazer. Este que está sempre ligado ao estar. Estar em contacto. Estar e dar. Dar pela forma de vector que direcciona e entende a inércia e as repercussões da força no que foi, é e poderá vir a ser (...)”
João Maria Pacheco
 
A exposição poderá ser visitada até 24 de abril, de segunda a sexta-feira, das 11 às 19 horas, ou noutro horário mediante marcação prévia, no Espaço Camões da Livraria Sá da Costa, localizado na Praça Luís de Camões, 22, 4º dto.
 
JOÃO MARIA PACHECO (1995), reside e trabalha em Lisboa.
Concluiu em 2017 a licenciatura em Pintura na Faculdade de Belas-Artes da Universidade de Lisboa, tendo tirado o curso de Design de Comunicação na Escola Artística António Arroio entre 2010 e 2013. Em 2015, viveu e trabalhou em Istambul na escola Mimar Sinan. Realizou a sua primeira exposição individual, “Sem Título”, em janeiro de 2019, na galeria Águas-Livres 8.
Participou nas seguintes exposições coletivas: XIV edição do Prémio de Pintura e Escultura de Sintra D. Fernando II, onde teve uma menção honrosa, Sintra, 2018; Finalistas de Pintura 2016/2017, na Sociedade Nacional de Belas-Artes, Lisboa, 2018; Panorama 2018, no Le Consulat, Lisboa, 2018; O Escritório, Lisboa, 2018; Locus19, Lisboa, 2018; Quarto, na Casa Dona Laura, 2017; Dispensa, no Pavilhão 31, Lisboa, 2017; OpenDay da associação recreativa ADAO, Barreiro, 2016; YOK, Mimar Sinan, Istambul, 2015; Exposição independente na Calçada da Tapada, Lisboa, 2013.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.