Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Fado Filmes faz o pleno com 28 nomeações aos Prémios Sophia

No ano em que celebra 20 anos de atividade…

 

Três produções da Fado Filmes conseguiram, em conjunto, 28 nomeações (quase metade na categoria de longas metragens de ficção) na edição deste ano dos Prémios Sophia, da Academia Portuguesa de Cinema. - 14 Nomeações para Cinzento e Negro, 10 nomeações para Gelo, e 4 para Refrigerantes e Canções de Amor.

"Cinzento e Negro", de Luís Filipe Rocha, nomeado também para os 5 prémios SPA deste ano (15 de maio), conquistou o maior número de nomeações dos Sophia 2017, num total de 14, incluindo Melhor Filme, Melhor Realizador (Luís Filipe Rocha), Melhor Argumento Original (Luís Filipe Rocha), Melhor Atriz Principal (Joana Bárcia) e Melhor Ator Principal (Miguel Borges e Filipe Duarte).

No campo das interpretações, destaque para “Gelo”, que fez o pleno, conseguindo nomeações para as categorias de Melhor Atriz (Ivana Baquero), Ator (Albano Jerónimo), Atriz Secundária (Inês Castel-Branco) e Ator Secundário (Ivo Canelas). Esta longa-metragem fantástica realizada e escrita por Luís & Gonçalo Galvão Teles, pai e filho, venceu na semana passada o Grande Prémio para Melhor Filme do New Jersey Filme Festival, nos Estados Unidos.

Ainda 4 nomeações para “Refrigerantes e Canções de Amor” - melhor banda sonora e 3 nomeações para melhor Canção Original, entre as quais se destaca o tema “Sobe o Calor” com letra e interpretação de Sérgio Godinho e música de Filipe Raposo. Esta comédia com argumento de Nuno Markl venceu o Prémio do Público na última edição do Festival Caminhos do Cinema Português, em Coimbra.

Este reconhecimento ganha ainda maior dimensão por se celebrarem em 2017 os 20 anos de atividade da Fado Filmes, que já tem em agenda a distribuição de filmes como “O Grande Circo Místico”, de Cácá Diegues, “Praça Paris”, de Lúcia Murat, e o documentário de longa-metragem ” Rosas de Ermera”, de Luís Filipe Rocha.